web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

O primeiro argentino que (oficialmente) viu um disco voador

Tempo de leitura: 3 min.

Quando o mundo ainda não sabia oficialmente o que era um Objeto Voador Não Identificado – OVNI, um argentino teve uma estranha experiência nas estradas das montanhas de Córdoba e o que aconteceu com ele foi realmente chocante.

O primeiro argentino que (oficialmente) viu um disco voador
René Navarro Ocampo: Primeiro argentino que oficialmente viu um disco voador.

A província de Córdoba, no centro geográfico da República Argentina, começou a dar os primeiros sinais da presença de estranhos objetos voadores, que surpreenderam testemunhas circunstanciais. E, logicamente, a área ao redor do morro de Uritorco e o vale de Punilla foram os primeiros lugares onde esses dispositivos voadores começaram a ser vistos, que até então não tinham um nome popular, como é o caso hoje.

Estranhas bolas de fogo, bóias voadoras, objetos aéreos desconhecidos, como foram inicialmente chamados, começaram a aparecer em diferentes áreas das mencionadas montanhas de Córdoba. E mergulhando um pouco na história e nos arquivos dos pesquisadores da época, descobrimos que o primeiro argentino, ao menos oficialmente reconhecido, foi um comerciante de Córdoba que frequentemente viajava por aquela região da serra cordobesa, devido ao seu trabalho. Embora em 1816 um estranho evento com um dispositivo voador já tivesse ocorrido na Argentina, não foi considerado ‘oficialmente’ como um caso de OVNI.

De fato, René Navarro Ocampo, com cerca de 64 anos na época, foi considerado o primeiro argentino a ver um disco voador de perto, e mais: conseguiu resgatar um pedaço de metal do estranho aparelho, em circunstâncias incríveis. Ele é uma das poucas testemunhas do mundo que conseguiu pegar um pedaço de metal pertencente à nave, como prova irrefutável do que viu de perto.

Don Navarro, como os amigos o chamam, é um cordobenho culto e gentil, muito agradável de lidar, sociável e divertido, que não teve problemas em contar à imprensa sobre os acontecimentos que o tiveram como protagonista.

História incrível

Questionado por alguns meios de comunicação sobre sua experiência, Don René contou:

“Foi em 1943 e eu estava viajando com um carro modelo 38 na rota de Rosário a Córdoba e no meio da noite aconteceu comigo esse estranho incidente.”

Naquela época não havia tantos carros como agora, a estrada estava deserta e nada se ouvia, exceto o tango que ele conseguira sintonizar no rádio.

Ele continou:

“Eu não me sentia cansado mesmo sendo cinco da manhã. Eu tinha acabado de passar pela Laguna Larga quando notei na calçada, mais ou menos a uns 400 metros de distância, um avião estranho, ou algo assim, grande e muito brilhante. Não hesitei em me aproximar e o iluminei com os faróis do meu carro. Vi um aparelho totalmente redondo que emitia uma luz azulada e um leve zumbido.

Já estava começando a clarear lentamente, então tentei me aproximar ainda mais, mas naquele momento o objeto deu um chiado suave e subiu para cerca de mil metros. Só então percebi que algo brilhava sob a luz dos meus faróis. Por precaução, peguei uma flanela para pegar o objeto Fiquei surpreso ao sentir a frieza do pedaço de metal em minhas mãos. Era um objeto de dez centímetros semelhante a uma bigorna ou a um peso de papel.”

-O que você fez com aquele pedaço de metal, Don Navarro?

“Olha, nunca me dediquei ao estudo dos discos voadores, porque eles não me interessavam e nunca mais vi um. Apesar disso, passei longos períodos nas montanhas de Córdoba, próximo ao mesmo local onde ocorreu essa estranha experiência.

Certa vez, entreguei o material a um amigo aviador, que o mandou analisar em uma organização especializada. Vinte dias depois, ele me devolveu com uma resposta concisa: ‘Este metal é desconhecido.’ E voltou para minhas mãos.”

Você não tentou mais nada?

“Sim, aí comecei a ficar teimoso e mandei para a Marinha, mas a resposta foi a mesma: material desconhecido. Tentei novamente com uma grande empresa automobilística internacional e eles também não conseguiram esclarecer nada para mim. Tudo é um mistério, tudo isso é um grande mistério.”

René Navarro Ocampo recuperou o pedaço de metal e o guardou em sua casa. Essa é uma testemunha muda de que o que ele diz é verdade.

Aqui está uma situação curiosa e ao mesmo tempo surpreendente: o estranho pedaço de metal talvez de um objeto além da Terra, presumivelmente extraterrestre, passou de mão em mão e retornou ao seu dono. Aparentemente quem o analisou não ficou muito interessado. Obviamente não tinham muito interesse em ter provas convincentes a este respeito, pois em casos posteriores a essa data, dos quais poucos deixaram um testemunho firme e físico da sua presença, os elementos foram exaustivamente estudados e foram mesmo ‘perdidos’ … e eles não retornaram ao seu legítimo proprietário.

Muitos pesquisadores e cientistas de épocas posteriores, que analisaram os restos de supostas naves extraterrestres, concluíram que são feitos de titânio, uma mistura de metais desconhecidos ou outro tipo de liga, mas deixaram como estabelecido que eram materiais desconhecidos na Terra. Por exemplo, o do caso Roswell em 1947, era um material maleável, leve e variável, que recuperava sua forma original quando alterado. Nunca se soube de que material era ou qual era a sua conformação, muito dura e resistente e ao mesmo tempo leve e macia ao toque. Os cientistas das bases onde os restos foram estudados não conseguiram determinar que tipo de material era, mas ao mesmo tempo concordaram que não era original deste planeta.

Diante de tais evidências, ainda hoje muitos céticos continuam a negar a possibilidade de vida extraterrestre e que somos visitados há centenas, talvez milhares de anos por esses viajantes do espaço e do tempo.

O caso de Navarro Ocampo foi um dos primeiros no mundo moderno em que a presença de um OVNI deixou uma marca e restos do navio como testemunho.

(Fonte)


OVNI com luz azulada? Como nosso comentarista e colaborador, PREDADOR, devemos ser muito cautelosos com tais OVNIs, pois seus ocupantes podem não ter uma intenção muito salutar para conosco.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.