web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Quanto aos OVNIs e a Força Aérea dos EUA, as coisas estão mudando

Tempo de leitura: 3 min.

Por Robert Powell 

Chris Mellon critica a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) em seu artigo de 3 de fevereiro de 2022, publicado no site The Debrief, “Why is the Air Force AWOL on the UAP issue?” (“Por que a Força Aérea DESERDOU na questão do UAP/OVNI?”, em tradução livre). No artigo, ele resume a inação da Força Aérea e o ocultamento de informações nos últimos 70 anos, sua ausência nos programas de OVNIs do governo nos últimos dois anos e a aparente falta de apoio fornecido no relatório do DNI de 25 de junho de 2021. Chris também destaca as enormes capacidades de radar da Força Aérea e do NORAD em contraste com a pouca informação que o ramo do serviço forneceu na esfera pública. É um artigo extenso e que vale a pena ler.

Quanto aos OVNIs e a Força Aérea dos EUA, as coisas estão mudando
F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA. Crédito: depositphotos

Talvez a maré esteja mudando, já que a Força Aérea está começando a demonstrar séria preocupação com essa questão, conforme retransmitida a seus homens e mulheres no serviço.

Um dia depois que o artigo de Chris apareceu, um oficial da Força Aérea me contatou sobre os OVNIs. O momento foi mera coincidência; foi em resposta à minha pergunta sobre um evento OVNI que supostamente ocorreu no final de 2021 e envolveu o USS Kearsarge. Durante nossa conversa, o oficial descreveu uma reunião que ele havia participado em maio de 2021 antes de um exercício planejado.

Durante a reuniao, ele e o outro pessoal observaram uma apresentação de slides que explicava o que fazer se encontrassem um OVNI. Eles foram claramente instruídos a preencher o formulário de relatório da Força Aérea, que tem formas desenhadas de vários tipos diferentes de OVNIs que eles poderiam encontrar (bolas semelhantes a plasma, tic-tacs, discos, etc.). Também apresentava questões específicas, como se o OVNI interferiu na operação de radar. Isso era tudo novo, ressaltou o oficial, algo que não teria ocorrido há 18 meses. Ele descobriu que o estigma associado a esse assunto na Força Aérea havia mudado significativamente.

A discussão então se voltou para o aumento da atividade de OVNIs relatada nos últimos anos. Dois anos atrás, quando ouviu pela primeira vez Ryan Graves afirmar que eles estavam vendo esses objetos diariamente, ele pensou que Ryan provavelmente estava exagerando. Depois do que viu e ouviu desde então, o oficial não tem mais essa opinião e agora acredita que a atividade de OVNIs encontrada no espaço aéreo dos EUA é realmente bastante alta.

Eu explorei ainda mais esse aumento repentino na atividade de OVNIs com ele. Dado que esse fenômeno está conosco há 70 anos, há um aumento nos relatórios de OVNIs em parte porque nossos equipamentos modernos e mais sensíveis – especialmente radar e FLIR – agora estavam detectando objetos que sempre estiveram lá, ou realmente há um aumento? Ele não sabia a resposta, mas concordamos que se fosse a última alternativa, isso poderia ser bastante preocupante.

Conduzi a conversa para mais uma área de especulação. Por que não temos um navio de pesquisa científica carregado com equipamentos de detecção e cientistas para acompanhar os Grupos de Ataque de Porta Aviões? Por que não ser proativo, em vez de reativo aos OVNIs? Ele concordou, embora especulasse que poderíamos não saber se esse tipo de coisa já estava sendo feito.

Durante nossa conversa, ele também mencionou ter visto um relatório sobre OVNI que havia sido copiado para um Ph.D. que não pôde ser identificado, bem como um empreiteiro privado. Vamos torcer para que os cientistas estejam envolvidos nesse enigma.

Quando se trata de OVNIs, a USAF (e todos os nossos grupos militares [EUA]) certamente têm um trabalho em mãos. As mudanças relatadas pelo militar com quem falei significam que eles estão levando a questão dos OVNIs mais a sério? Certamente parece que sim. Isso significa que o público receberá mais informações? Com base no relatório DNI de junho de 2021, talvez não.

Chris Mellon pode estar certo nessa contagem. Embora possamos esperar progressos, também devemos continuar pedindo mais informações, especialmente considerando a chance de que parte do que estamos lidando pode não vir de um adversário estrangeiro.

Robert Powell é um Membro do Conselho Executivo da Coalizão Científica para Estudos de OVNIs. Também membro da Society for Scientific Exploration, do projeto UFODATA e da National Space Society, ele é ativo com solicitações da Lei de Liberdade de Informações a várias organizações governamentais para obter informações sobre casos históricos de OVNIs.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.