web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Jipe-sonda da China se move lentamente em direção ao “cubo na Lua. Veja porque

Tempo de leitura: 3 min.

Um misterioso “cubo lunar” avistado por um jipe-sonda chinês do outro lado da Lua deslumbrou a Internet. E pode levar meses para o jipe-sonda descobrir o que o objeto de aparência estranha realmente é.

Jipe-sonda da China se move lentamente em direção ao "cubo na Lua. Veja porque

O jipe-sonda lunar chinês capturou uma imagem de um objeto em forma de cubo no horizonte a cerca de 80 metros de distância de sua localização, disse a Our Space, uma agência científica estatal, que o chamou de “casa misteriosa” em seu último registro de viagem, em 3 de dezembro. A postagem inspirou todos os tipos de especulação e memes, com usuários de mídia social chamando o objeto de uma casa alienígena, um banheiro externo e uma estação de testes COVID-19.

Embora o cubo seja provavelmente apenas algumas rochas, o registro de viagens informava que levaria de dois a três dias lunares, ou de dois a três meses na Terra, para o jipe-sonda olhar o objeto mais de perto.

Então, por que demora tanto?

O Yutu-2, ou “Coelho de Jade-2”, tornou-se o primeiro jipoe-sonda a pousar no lado oculto da Lua (o hemisfério que está voltado para longe da Terra) em 2019. Como muitos outros jipes-sondas espaciais, ele se move muito lentamente sob controle rigoroso por cientistas na Terra.

Primeiro, o jipe-sonda passou mais da metade de sua vida adormecido. A temperatura durante a noite lunar, que dura cerca de 14 dias terrestres, pode cair para -180 graus Celsius, tornando-o muito frio para o robô operar. O dispositivo também precisa “tirar sonecas” quando fica muito quente.

Rota do jipe-sonda Yutu-w nos seus primeiros 35 dias lunares. Foto: Our Space.

O robô com rodas tem uma velocidade máxima projetada de 200 metros por hora, ou 5,6 centímetros por segundo. Mas, na realidade, ele simplesmente não segue em frente a toda velocidade. De acordo com os registros de viagens publicados pelo Our Space, os engenheiros têm feito cálculos cuidadosos para cada passo que o jipoe-sonda dá.

Eles precisam ajudar o jipe-sonda a evitar as onipresentes crateras pequenas na superfície lunar, certificar-se de que ele não desliza em uma encosta e guiá-lo em direção a um local de descanso ideal antes do anoitecer. O jipe-sonda também precisa fazer paradas ocasionais para conduzir pesquisas científicas.

Os engenheiros espaciais referem-se a imagens da superfície lunar tiradas por uma sonda de satélite para mapear as rotas de longo prazo do jipe-sonda, enquanto as fotos capturadas pelas próprias câmeras do jipe-sonda são usadas para projetar os movimentos de curto prazo do rover.

Os engenheiros constroem modelos 3D com as imagens e elaboram as próximas etapas de avanço com base nas características geológicas de um local específico, bem como nas comunicações do robô e nas condições de energia, de acordo com registros de viagens espaciais.

Antes do veículo espacial partir, seus movimentos são ensaiados no computador. Seguindo cada etapa, os engenheiros analisam os dados do novo local para se certificar de que estão no caminho certo. O mecanismo visa proteger o jipe-sonda de quaisquer acidentes que possam impedi-lo de funcionar.

Por causa do complicado processo de navegação, o jipe-sonda não viajou muito desde que chegou à cratera Von Karman na Bacia de Aitken no Pólo Sul em janeiro de 2019. No final de setembro, quando o jipe-sonda atingiu a marca de 1.000 dias de operação , fez 170 movimentos e percorreu uma distância de 839 metros, de acordo com o Our Space.

Resumindo, o Yutu-2 se move muito, muito lentamente, mas com segurança.

Os veículos espaciais equipados com sistemas de direção automática são capazes de se mover mais rapidamente. O jipe-sonda chinês Zhurong Mars (em Marte), que é capaz de identificar obstáculos por si mesmo, viajou 1.000 metros em 100 dias marcianos (103 dias terrestres), disse o governo.

Um sistema aprimorado de navegação automática no jipe-sonda Perseverance da NASA em Marte poderia permite que ele se mova 120 metros por hora. Em comparação, o jipe-sonda Opportunity em Marte viajou 45 quilômetros em sua vida útil de 14 anos, ou uma média de cerca de 320 metros por mês.

(Fonte)


Demore o que demorar, esperemos que China realmente mostre o que o misterioso objeto é, sem ocultar qualquer detalhe da verdade. Isto é, se o jipe-sonda chinês convenientemente não quebrar antes de chegar lá. (Eu e minhas teorias da conspiração 🤣)

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!

ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Plugin Kapsule Corp