web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Plano dos EUA para combater os ETs envolve cooperação com a Rússia?

Tempo de leitura: 3 min.

Abaixo, informações sobre um artigo publicado há algum tempo na Internet, mas que, devido à atual situação de encontros com OVNIs relatados pelos militares dos EUA, foi revivido este mês no site nationalintereste.org.

Plano dos EUA para combater os ETs envolve cooperação com a Rússia?
Como as mentes beligerantes humanas acham que uma invasão alienígenas pareceria.

Aqui está o que você precisa lembrar: supondo que a Terra sobreviva e vença, a sociedade humana pode virar de cabeça para baixo. O professor Paul Springer disse que ex-rivais podem se tornar aliados próximos, até mesmo unificados.

Em um episódio ímpar em 2013, um oficial espacial russo admitiu, sem provocação, que Moscou não tem estratégia para combater uma invasão de saqueadores galácticos. Felizmente para o planeta Terra, os Estados Unidos têm um plano. E conta com a Rússia e a América lutando juntas.

Sergei Berezhnoy, da equipe do Centro de Controle Espacial Titov perto de Moscou, disse que os oficiais da defesa aérea russa “não foram encarregados de se preparar para a contingência de um ataque alienígena”, de acordo com o site Ria Novosti.

Berezhnoy acrescentou:

“Existem problemas suficientes na Terra e no espaço próximo à Terra.”

Uma equipe de cientistas da Divisão de Ciência Planetária da NASA dos Estados Unidos discordou.

Seth Baum, Jacob Haqq-Misra e Shawn Domagal-Goldman escreveram em um artigo de 2011:

“Embora a humanidade ainda não tenha observado nenhuma inteligência extraterrestre, o contato com a IET continua possível.”

Os cientistas admitiram que os extraterrestres podem ser amigáveis ​​ou ambivalentes, mas não podemos ter certeza.

Eles alertaram:

“O contato com [inteligência extraterrestre] não cooperativa parece ser prejudicial para a humanidade.”

Para ser claro, os cientistas concordam que o primeiro contato da Terra com vida alienígena provavelmente virá na forma de uma sonda espacial robótica detectando evidências de micróbios em Marte, Enceladus, Europa ou algum outro corpo distante. Um pesquisador está inflexível de que a NASA já encontrou evidências de vida microbiana em Marte, mas se recusa a acreditar nos dados.

Os cientistas também estão tentando ouvir transmissões de rádio de civilizações distantes.

O Pentágono não está se arriscando, se formos acreditar em um instrutor militar dos EUA. O Prof. Paul Springer, professor de história da Escola de Comando e Estado-Maior dos EUA no Alabama, disse a um programa de TV australiano em 2012 que Washington tem planos para até mesmo as ameaças militares menos prováveis ​​- inclusive invasores de fora do sistema solar.

Springer disse:

“Fazemos todos os tipos de planos de contingência e guerra.”

Mas o plano de guerra interestelar dos EUA é certamente muito tênue. Afinal, o Pentágono não saberia nada sobre os atacantes até que o primeiro raio laser ou explosão ou torpedo de fótons fosse disparado e as forças da Terra já estivessem em retirada.

No caso de uma invasão alienígena, “a primeira coisa que você precisa fazer é preservar suas forças”, disse Springer. Em outras palavras, esconda-se. Depois disso, “aprenda o máximo possível sobre o inimigo”. Presumivelmente com satélites espiões, drones, bisbilhoteiros eletrônicos e esgueirando-se à moda antiga.

Os alienígenas, enquanto isso, provavelmente visariam as redes de comunicação da Terra e suas armas mais potentes, os armamentos nucleares, disse Springer.

Como as principais potências militares do mundo, os Estados Unidos e a Rússia seriam os maiores alvos … e os líderes no eventual contra-ataque. Combinados, os dois países podem colocar em campo enormes forças aéreas, terrestres, marítimas e espaciais que somam milhares de aviões de guerra, milhões de soldados, centenas de navios e a maior parte das espaçonaves do mundo.

Supondo que a Terra sobreviva e vença, a sociedade humana pode virar de cabeça para baixo. Springer disse que ex-rivais podem se tornar aliados próximos, até mesmo unificados.

Ele disse:

“Lembre-se de que muitas das maiores civilizações da história da humanidade foram formadas para combater um inimigo comum.”

Plano ou não, a Rússia deve se juntar aos Estados Unidos na linha de frente da Primeira Guerra Alienígena, de acordo com Springer.

(Fonte)


Nem sei por onde começar para comentar sobre tamanha tolice. Primeiramente, se uma civilização extraterrestre mal intencionada possui meios para atravessar as grandes distâncias interestelares e trazer para cá uma “força expedicionária” capaz de conquistar um planeta, nem mesmo as baratas teriam chance de se esconder dela.

Mas talvez o maior absurdo dessa ideia é considerar que, com um universo tão grande e cheio de recursos por todos os seus “rincões”, uma civilização tecnologicamente avançada – e assim supostamente inteligente – queira destruir outra civilização de algum outro mundo. Para que serviria isso? Esta ideia vem da mente humana que ainda não entendeu que não há escassez no Universo.

Porém, devido ao viés beligerante desses humanos que pensam assim, o que eles não conseguem enxergar é que talvez a possibilidade maior de algo similar à uma invasão alienígena acontecer não seria nada belicosa, mas sim silenciosa. Esta invasão faria os invadidos pensarem que não foram invadidos e tudo está “bem” (ou relativamente bem, como é o nosso caso).

Se este tipo de invasão acontecesse na Terra, por exemplo, ela seria iniciada com o suborno de elementos chave da governança mundial (ou pelo menos daqueles “poderosos” que se acham donos do mundo) e, a partir daí, toda a população – com exceção de um punhado de magnatas – seria inadvertidamente feita escrava para gerar riquezas ou algum outro tipo de recurso sinistro para os invasores. Todos aqui achariam que o problema está com o fato de termos um ou mais “países inimigos” e a solução seria a aniquilação deste ou daquele governo.

Mas isto é tema de ficção científica, não é mesmo? Ainda bem que não está acontecendo por aqui.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é produtos-OVNI-Hoje-1.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Loja-Nerd.jpg

Leitores OVNI Hoje ganham 10% de desconto em todos os produtos da Loja Nerd, inclusive nos produtos OVNI Hoje. (Use o cupom OVH10)


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp