web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

NASA seleciona SpaceX para a missão até lua de Júpiter

Tempo de leitura: 2 min.

Ao contrário do aviso do ícone da ficção científica Arthur C. Clarke para nunca tentarmos pousar na lua de Júpiter, Europa, a NASA anunciou no final da semana passada que selecionou a SpaceX para lançar uma viagem planejada à lua gelada, com suas colunas de vapor de 200 quilômetros de altura saindo de um oceano global que fica 24 quilômetros abaixo de uma superfície caótica e agitada.

NASA seleciona SpaceX para a missão até lua de Júpiter

Uma morada promissora para a vida, Europa é um corpo planetário raro que pode ter mantido atividade vulcânica ao longo de bilhões de anos e que tem um enorme oceano entre sua crosta gelada e um interior rochoso e uma fonte de energia de longa vida.

A decisão da NASA representa mais uma grande vitória para a empresa de Elon Musk à medida que se concentra mais profundamente no sistema solar, usando o foguete Space X Falcon Heavy, que gera mais de cinco milhões de libras de empuxo (22 milhões de Newtons) na decolagem, o equivalente a aproximadamente dezoito aeronaves 747.

A missão Europa Clipper, relata a NASA, será lançada em outubro de 2024 em um foguete Falcon Heavy do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, com um contrato total de US $ 178 milhões. A missão deveria decolar no próprio foguete Sistema de Lançamento Espacial (SLS) da NASA, que tem sido atormentado por atrasos e custos excessivos, com os críticos chamando-o de um “programa de empregos” para o estado do Alabama, onde grande parte do trabalho de desenvolvimento está ocorrendo.

Embora o SLS ainda não esteja operacional, o Falcon Heavy tem sido implantado em missões comerciais e governamentais desde seu voo inaugural em 2018, quando carregou o próprio Tesla Roadster de Musk para o espaço.

O orbitador Europa clipper fará cerca de 40 a 50 passagens próximas sobre Europa para determinar se essa lua gelada pode abrigar condições adequadas para a vida.

Sua carga útil incluirá câmeras e espectrômetros para produzir imagens de alta resolução e mapas composicionais da superfície e da atmosfera, bem como radar para penetrar na camada de gelo do oceano em busca de água líquida abaixo.

(Fonte)


– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol