web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Investigando OVNIs e as instalações nucleares

Tempo de leitura: 2 min.

Os OVNIs são uma ameaça à segurança nacional (dos EUA)? O novo relatório OVNI divulgado ao público na sexta-feira passada (25) pelo Diretor de Inteligência Nacional levanta essa possibilidade. Um investigador de longa data diz que não há dúvidas sobre isso, citando vários incidentes onde uma nave desconhecida mostrou interesse em nossas armas nucleares.

Investigando OVNIs e as instalações nucleares
Imagem meramente ilustrativa.

Quase todos os 144 casos investigados no relatório não classificado de nove páginas envolveram OVNIs detectados em, ao redor ou sobre bases ou ativos militares dos EUA, inclusive navios da Marinha.

O investigador e autor de longa data, Robert Hastings, diz que já existem muitas evidências para provar isso. Ele entrevistou mais de 150 testemunhas que relataram invasões de OVNIs em instalações nucleares, inclusive bases de mísseis balísticos intercontinentais onde mísseis nucleares foram de alguma forma desativados durante os encontros.

Hastings diz que documentos do governo confirmam que as testemunhas não estão exagerando.

Ele disse:

“Também houve centenas de documentos divulgados por meio da Lei de Liberdade de Informação que confirmam até certo ponto o que essas pessoas estão dizendo. As incursões de OVNIs em locais nucleares em geral são apenas uma questão normal, os militares sabem muito bem que vão continuar e decidiram muito claramente que o público deve ser mantido no escuro sobre tudo isso.”

O novo relatório ao público não menciona as incursões de OVNIs em instalações nucleares. Uma versão muito mais longa e confidencial do relatório foi fornecida ao congresso no início deste mês, mas os detalhes não foram divulgados.

Hastings durante uma entrevista de 2016:

“Nos últimos 43 anos, entrevistei mais de 150 veteranos militares dos Estados Unidos, pessoas que eram oficiais de lançamento de mísseis nucleares, oficiais de mísseis nucleares, pessoal de manutenção, guardas de segurança que guardavam as instalações de armas nucleares, E todos aqueles indivíduos me contaram em fitas de áudio ou vídeo que, de fato, os OVNIs monitoram rotineiramente nossas armas nucleares há décadas. E isso às vezes parece ter interferido na funcionalidade dessas armas.”

Em 1955, 14 bombas atômicas foram detonadas como parte da Operação Teapot no local de teste de Nevada, testemunhado por milhares de militares nas trincheiras e por milhares de funcionários do local de teste. Mas também havia outros observadores.

Um ex-fotógrafo do local de teste disse:

“Era o que chamávamos de discos voadores. Eles eram muito comuns no local de teste naquela época.”

Pelo menos uma dúzia de ex-funcionários do local de teste contaram histórias semelhantes sobre naves desconhecidas que apareceram horas ou dias após uma explosão atômica.

Além dos relatos de testemunhas oculares, milhares de páginas de documentos anteriormente classificados com confidenciais foram liberados para reforçar essas histórias. Um pedido de Freedom of Information Act (Lei de LIberdade de Informaçã) protocolado em 1992 produziu uma espessa pilha de documentos do Departamento de Energia (DOE), indicando incidentes de OVNIs em todas as principais instalações de armas atômicas datando do final dos anos 1940, no laboratório nacional de Los Alamos, onde as bombas foram projetadas, sobre Hanford, onde o plutônio foi processado. Mas o DOE não tem registros de quaisquer avistamentos oficiais sobre o que mais tarde se tornou o local de teste de Nevada. Hastings, entretanto, encontrou muitos.

O governo encerrou os testes de armas atômicas anos atrás, mas os incidentes em Nevada continuam. Os ex-oficiais de segurança na Área 2 da Base da Força Aérea de Nellis, durante anos uma instalação de armazenamento para até 200 ogivas nucleares, relataram múltiplas intrusões por naves desconhecidas do final dos anos 1990 até 2004.

Quando Hastings é questionado sobre quem está por trás desses incidentes e porque, ele responde:

“Quem sabe qual é a motivação deles?”

Incidentes semelhantes foram relatados no Reino Unido, Índia, Paquistão e outras potências nucleares…

(Fonte)


Parece ser muito provável que essas “intrusões” por OVNIs em instalações nucleares realmente ocorreram e, se isto for verdade, provavelmente consta no relatório confidencial entregue aos senadores dos EUA.

Porém, incidentes como estes são fatos que os militares daquele ou de qualquer país nunca irão admitir. Seria admitir uma fraqueza em suas defesas. Assim, por enquanto, fica o dito pelo não dito.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol