web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Geólogos investigam estrondos misteriosos no céu – os “skyquakes”

Tempo de leitura: 2 min.

Skyquakes (algo como “céumotos”, ou tremores no céu) são sons enigmáticos, descritos como um estrondo explosivo à distância, relatados em todo o mundo. E agora até mesmo geólogos estão tentando descobrir o que está por trás desse fenômeno misterioso.

Geólogos investigam estrondos misteriosos no céu - os "skyquakes"
Crédito da ilustração: depositphotos

Na Índia, eles são chamados de Barisal Guns; no Japão são os Uminari; na Holanda e na Bélgica, eles são chamados de Mistpoeffers; na Itália, os Lagoni, por estarem supostamente associados aos lagos, e nas Filipinas são chamados de Retumbos. Eles também são relatados no Irã, Austrália, Irlanda, Escócia, Alemanha e em muitos locais ao longo da costa leste dos Estados Unidos, de onde muitas vezes parecem vir de longe da costa.

No estado da Carolina do Norte (EUA), onde alguns foram descritos como poderosos o suficiente para sacudir janelas e vibrar edifícios, eles são conhecidos como Lake Guns ou Seneca Guns, em homenagem ao Lago Seneca, no estado de Nova Iorque. O escritor James Fenimore Cooper descreve em seu conto de 1850 “The Lake Gun” os sons agourentos do lago.

Cooper escreveu:

“É um som que lembra a explosão de uma pesada peça de artilharia, que não pode ser explicado por nenhuma das leis da natureza conhecidas. O relatório é profundo, vazio, distante e imponente. O lago parece estar falando com as colinas circundantes, que devolvem os ecos de sua voz em uma resposta precisa.”

O que são skyquakes?

Skyquakes foram explicados como sendo sons gerados por tempestades distantes ou terremotos, explosões de pedreiras ou até mesmo exercícios militares secretos, mas nenhuma teoria satisfatória existe para explicar todos os ruídos relatados.

Agora, uma equipe de sismólogos da Universidade da Carolina do Norte publicou algumas observações preliminares estreitando as teorias possíveis.

Os cientistas usaram o EarthScope Transportable Array, uma rede móvel de 400 sensores atmosféricos e sismógrafos, para medir qualquer atividade sísmica na Carolina do Norte entre 2013 e 2015, e compararam os dados registrados com artigos de notícias locais mencionando sons misteriosos ou fenômenos semelhantes.

O pesquisador Eli Bird, um estudante de ciências geológicas na universidade, disse:

“Queríamos ler artigos de notícias locais, criar um catálogo de instâncias dos Seneca Guns e, em seguida, tentar verificá-los com dados sismo-acústicos reais.”

Dois sensores registraram alguns sinais incomuns, variando em duração de cerca de 1 segundo a quase 10 segundos, perto de Cape Fear em Carolina Beach, NC. Embora os estrondo possam causar tremores no solo, os cientistas não encontraram nenhum registro de terremoto que coincidisse com os eventos, efetivamente descartando o tremor do solo como a causa dessas explosões.

Os estrondos misteriosos são um fenômeno atmosférico?

Bird concluiu:

“De modo geral, acreditamos que este seja um fenômeno atmosférico – não achamos que seja proveniente de atividade sísmica, estamos assumindo que está se propagando pela atmosfera, e não pelo solo. Presumivelmente, não são todos a mesma coisa que produz sons estrondosos.”

Explicações atmosféricas incluem bólidos explodindo acima de uma cobertura de nuvens ou o som de grandes ondas amplificadas por condições atmosféricas específicas perto do mar. Muitas das supostas explosões misteriosas, ao longo dos anos, acabaram se revelando como sendo explosões sônicas causadas por aviões militares quebrando a barreira do som.

Como o método adotado parece promissor, os pesquisadores esperam coletar mais dados no futuro, usando uma matriz de pelo menos três estações com três microfones atmosféricos em cada, para triangular com mais precisão a origem dos sons.

Então, o que são skyquakes? O que cria esses ruídos e estrondos altos? Parece que o mistério continua…

(Fonte)


Certamente, muitos desses misteriosos estrondos podem ser explicados como sendo aeronaves militares quebrando a barreira do som. Mas como explicar o que James Fenimore Cooper descreve em seu conto, pois data de 1850, quando não havia sequer aeronaves convencionais no céu?

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol