web analytics

“Aprendemos a fazer contato com extraterrestres”, diz General soviético

Tempo de leitura: 4 min.

O Major General Alekseyev, Chefe do Serviço de Segurança de Voo da URSS, é corroborado por um documento descoberto do Departamento de Defesa dos EUA (DoD). Em 2000, o general Alekseyev afirmou em uma rara entrevista concedida a uma revista alemã que os soviéticos sabiam como atrair OVNIs.

"Aprendemos a fazer contato com extraterrestres", diz General soviético
Captura de vídeo do suposto general soviético.

A Rússia, como os Estados Unidos, teve e tem tido que lidar com o fenômeno OVNI por muitas décadas. Houve vários relatos de escalões inferiores das forças armadas sobre um grande número de fenômenos inexplicáveis. Esses avistamentos foram simplesmente descartados, assim como ocorreram nos EUA. O fenômeno OVNI foi considerado um caso encerrado. Alienígenas e ETs foram alegados como a criação do capitalismo americano, ganhando milhões ao explorar a curiosidade de outras pessoas.

O Major General Alekseyev, Chefe do Serviço de Segurança de Voo da URSS (Sluzhba Bezopasnosti Poletov), ​​concedeu uma entrevista exclusiva ao Dr. Valery Uvarov para a revista alemã Magazin2000plus. A entrevista foi publicada na edição de maio de 2000 da revista. O Dr. Uvarov é o chefe do Departamento de Pesquisa de OVNIs, Paleociências, Paleotecnologia da Academia de Segurança Nacional da Rússia e é considerado por muitos um dos maiores ovniólogos de todos os tempos.

Esta entrevista específica com o general Alekseyev foi fortemente contestada e foi tentado desmascará-la. Foi difícil verificar as declarações feitas nesta entrevista. Uma das tarefas mais difíceis é apenas determinar se o general Alekseyev era uma pessoa genuína. Muitos dos dados militares e papelada da União Soviética foram removidos da Internet. Isto é, até o momento em que este artigo foi escrito.

Documento do DoD descoberto – O General Alekseyev existiu

O site Think Tank obteve uma cópia de um estudo do Departamento de Defesa intitulado Russia’s Air Power at a Crossroads. A Força Aérea dos Estados Unidos financiou este estudo e foi aprovado para divulgação pública. Isso confirma que o general Alekseyev era quem ele disse ser ao Dr. Uvarov. De acordo com a pesquisa deste autor, essas informações não parecem estar alinhadas em nenhum outro lugar da internet.

OVNIs em todo lugar

Objetos voadores não identificados apareciam com tanta regularidade na URSS que eram estudados não apenas pelo Ministério da Defesa, mas também por outros ministérios do governo. Alekseyev afirma estar ciente de algumas bases militares onde um OVNI aparecia com frequência. As bases, que incluíam complexos de foguetes, instalações de testes científicos e assim por diante, sempre foram estrategicamente importantes.

O General pensa que desde cada míssil nuclear, cada nova instalação da força aérea simboliza um avanço tanto em termos científicos quanto militares; e por estar na vanguarda do desenvolvimento humano, o Fenômeno chamou atenção especial. Qualquer um que tenha seguido o que Luis Elizondo e as autoridades americanas têm dito sobre os OVNIs em torno das instalações nucleares americanas devem reconhecer isso.

O general Alekseyev descreve uma situação em que um jato transportando cientistas russos encontram um OVNI. Eles conseguiram distribuir suas tarefas ao longo da observação de forma que alguns assistiram e narraram, outros desenharam e um terceiro grupo controlou o tempo. Como resultado, a descoberta ganhou credibilidade científica.

Não foi simplesmente um avistamento; era uma equipe científica trabalhando, conduzindo uma espécie de experimento em tempo real. Avistamentos de OVNIs foram relatados regularmente. E, claramente, muito desse tipo de material começou a se acumular mais perto do coração da liderança soviética nas esferas do Ministério da Defesa, da Academia de Ciências e assim por diante. Não apenas com leigos, mas também de cientistas e especialistas.

Os militares, em geral, não costumam fantasiar. Eles apenas relatam o que testemunham e o que realmente acontece.
Foi assim que eles começaram a levar o Fenômeno a sério.

Provocando os OVNIs

Devido à falta de ordens oficiais, oficiais e comandantes individuais em instalações militares começaram a estudar OVNIs por sua própria iniciativa.

O general Alekseyev afirmou:

“Eu sei que em alguns lugares eles até aprenderam a criar uma situação que provocaria deliberadamente o aparecimento de um OVNI. Um OVNI apareceria onde houvesse aumento da atividade militar relacionada, digamos, com o transporte de cargas especiais. Foi o suficiente para estimular artificialmente ou programar tal movimento para que um OVNI aparecesse. Em outras palavras, surgiu algum tipo de relação condicional. E eles detectavam. Somos uma nação inteligente, nada nos escapa. Eu sei que em certos intervalos de teste – não vou nomeá-los, embora não seja mais um segredo – eles até aprenderam a fazer contato de uma espécie.”

Fazendo contato

O que exatamente significa “fazer contato”? Aleksey afirma que quando o OVNI surgiu pela primeira vez, na maioria dos casos, era esférico, mas havia outros. O contato era feito por meio de dicas físicas, como apontar os braços de maneiras diferentes, o que fazia com que a esfera se achatasse da mesma forma. Quando os militares levantaram seus braços três vezes, o OVNI se deslocava três vezes em uma orientação vertical. Experimentos utilizando instrumentos tecnológicos (teodolitos, estações de radar e outros) foram realizados no início dos anos 1980 sob as ordens da então liderança soviética, como consequência dos quais os objetos misteriosos foram documentados com segurança como dados instrumentais.

“Quando você erguia seus braços três vezes, o OVNI se deslocava três vezes em uma orientação vertical”

– General Aleksevey

Não havia método científico, segundo Aleksevey, mas os dados foram, sem dúvida, capturados. Devido à natureza de seu trabalho como Chefe de Segurança de Voo, ele obteve informações de várias unidades militares em torno da Rússia ou da União Soviética, como era conhecida na época. Grande parte do material adquirido por funcionários do alto escalão chegava sem anotação ou contexto suficiente, impossibilitando o estabelecimento de rigor científico.

Informação para a Humanidade

Quando se trata de OVNIs, a política definitivamente atrapalha a ciência. Acima de tudo, investigações sobre o que é desconhecido e sem nome são realizadas a fim de explicar as coisas. Os especialistas militares e as ciências militares, em geral, têm um potencial enorme que pode ser comparável e, em alguns casos, ultrapassar o da Academia de Ciências. A tecnologia militar sempre esteve na vanguarda. O interesse das agências militares e de inteligência em OVNIs deriva de um desejo de entender os Fenômenos, para onde estão indo e do que se trata.

E se os OVNIs realmente representarem uma ameaça da própria nave? Uma ameaça não intencional.

É por isso que eles precisam descobrir o que está acontecendo. No entanto, a falta de vontade de cooperar entre os militares, as agências de inteligência e a academia de ciências torna difícil tomar tais decisões sem o envolvimento do governo e de outras organizações estaduais.

É por isso que o governo dos EUA está atualmente conduzindo três avaliações gerais de investigadores distintas.
Esperançosamente, todos nós poderemos fazer contato.

(Fonte)


Ao procurar pela internet, não encontrei muitas informações a respeito deste caso e há uma confusão com o nome de outro general russo com o mesmo nome, o qual atual durante a Primeira Guerra Mundial; certamente não se trata de mesma pessoa.

Mas encontrei o vídeo abaixo com a entrevista do suposto general:

[Para saber como ativar a legenda automática em português de vídeos no YouTube, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

Se esta tentativa de contato realmente aconteceu na então União Soviética, então provavelmente também aconteceu em muitos outros países que estavam desenvolvendo armamentos nucleares. Seria interessante saber se isto realmente é verídico e, se sim, que mais detalhamentos viessem à tona.

Talvez algum leitor posso nos elucidar mais quanto a este caso.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


Meus sinceros agradecimentos aos que doaram ao OH neste mês de maio:

  • Boris G. K.
  • Ricardo C. A.
  • Eduardo S. S.
  • Egidia L.
  • Joaquim F. P. C.
  • Helio S Jr.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol