web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Ex-chefe de gabinete da Casa Branca quer que Biden libere os Arquivos-X

Tempo de leitura: 3 min.

John Podesta acha que a verdade está lá fora. E ele acredita que o presidente Joe Biden pode ajudar.

Ex-chefe de gabinete da Casa Branca quer que Biden libere os Arquivos-X
John Podesta quer maior transparência do governo.

O ex-chefe de gabinete da Casa Branca e luminar do Partido Democrata tem pressionado o governo federal para ser mais transparente em todas as coisas sobre OVNIs por mais de duas décadas.

Agora que o Pentágono e a mídia estão levando o assunto mais a sério, Podesta acha que Biden deve levar a bola adiante, criando um escritório dedicado aos OVNIs dentro do Escritório de Política Científica e Tecnológica da Casa Branca (OSTP).

Podesta disse ao West Wing Playbook enquanto dirige com sua esposa pela zona rural de Wyoming:

“Eles estão mais acostumados a lidar em um ambiente de código aberto, acostumados a lidar com informações científicas divulgadas ao público e ter uma conversa com a comunidade científica do que, você sabe, programas negros no Pentágono.”

A ideia para o escritório, que Podesta credita à pesquisadora de OVNIs e jornalista Leslie Kean, seria um “hub central” para reunir todos os Arquivos-X de todo o governo federal e então, idealmente, compartilhá-los com o público. O OSTP não quis comentar.

Podesta diz que está particularmente interessado no acidente de 1965 com um objeto não identificado em Kecksburg, Pensilvânia, em 1965 (número 6 desta lista aqui).

Ele disse:

“Claramente, foram gerados mais documentos do que os divulgados sob a Lei de Liberdade de Informação, dada a atenção que o governo deu a ele.”

A questão dos OVNIs teve uma enxurrada de cobertura nos últimos meses – do The New Yorker, “60 Minutes” e muitos outros. Também não está indo embora. O diretor de inteligência nacional de Biden tem o mandato de produzir um relatório público para o Congresso documentando ‘fenômenos aéreos não identificados’ ou ‘veículos aéreos anômalos’, de acordo com a legislação assinada durante a administração Trump.

Embora o Comitê de Inteligência do Senado tenha pressionado por informações já para 25 de junho, alguns esperam que o governo Biden adie o relatório devido ao arrastamento de pés por militares e agências de espionagem.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki disse aos repórteres:

“[A Casa Branca está] ciente da exigência de relatório e nossa equipe no escritório do diretor de inteligência nacional (ODNI) está, obviamente, trabalhando ativamente nesse relatório.”

Ela também disse que o ODNI decidirá, em última instância, se divulgará o relatório na íntegra.

O ex-diretor nacional de inteligência de Trump, John Ratcliffe, provocou na reportagem na Fox News em março.

Ele disse:

“Francamente, há muito mais avistamentos do que os tornados públicos.”

Podesta diz que houve uma mudança radical na forma como o governo federal lida com a questão dos OVNIs e como o público em geral reage àqueles que expressam sua fé neles.

Ele disse:

“Foi uma espécie de fim de carreira falar basicamente sobre esse assunto. Isso mudou claramente, e isso é uma coisa boa.”

O próprio interesse de Podesta pelo assunto remonta à década de 1990.

O secretário de imprensa do presidente Bill Clinto, Mike McCurry, disse ao Washington Post em 1998:

“John pode ficar totalmente maníaco e fóbico em certos assuntos. Ele é conhecido por pegar o telefone para ligar para a Força Aérea e perguntar o que está acontecendo em Área 51.”

Podesta disse:

“O que me intrigou sobre isso foi o quanto o governo se recusou a esclarecer as coisas que fez no passado.”

Com o tempo, a associação de Podesta com a questão tornou-se tão pronunciada que os que acreditam em OVNIs agarraram-se à campanha presidencial de Hillary Clinton em 2008 (da qual Podesta era conselheiro), mesmo depois que um candidato candidato – Dennis Kucinich – afirmou durante um debate democrata que ele tinha visto pessoalmente um OVNI. Em janeiro de 2016, Hillary disse que Podesta havia feito sua “promessa pessoal de que divulgaremos as informações”.

Podesta moderou as expectativas para aqueles que esperavam/temiam a prova de alienígenas.

Ele disse:

“Não estou esperando que minha esposa e eu passemos do meu carro para uma nave espacial. Eu só gosto de saber o que o governo sabe e acho que o público tem o direito de saber.”

(Fonte)


As dificuldades de se lidar com este tipo de assunto dentro do âmbito governamental em todo o mundo são enormes, até mesmo nos EUA que agora parece ser a nação do planeta mais aberta à divulgação dessas informações. Mas, além desses obstáculos, Podesta pode não ser o herói que aparenta ser se consideramos as acusações a respeito de certos comportamentos “estranhos” por parte dele. Mas isto não é assunto para o OVNI Hoje.

Aguardemos, pois há muito mais vindo nas próximas semanas.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol