web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

“Ataques de energia dirigida” atingem funcionários da Casa Branca

Tempo de leitura: 2 min.

Dois casos do que ficaram conhecidos como “síndrome de Havana”estão sendo investigados por agências federais.
A condição misteriosa, que causa uma série de sintomas como fadiga, dores de cabeça e náuseas, tem o nome de uma série de incidentes que começaram em Havana, Cuba, em 2016.

Ataques de energia dirigida" atingem funcionários da Casa Branca
Crédito da imagem: depositphotos

Na época, acreditava-se que diplomatas americanos estavam sendo alvos de algum tipo de arma de energia dirigida por agentes estrangeiros desconhecidos, com o objetivo de romper os laços diplomáticos com o país.

Agora parece que alguém pode estar fazendo a mesma coisa novamente – desta vez em solo americano – como evidenciado por dois casos separados que as agências federais continuam investigando.

Um desses supostos ataques, que teve como alvo um funcionário do Conselho de Segurança Nacional, ocorreu perto do Ellipse – o gramado oval no lado sul da Casa Branca.

Outro membro da equipe da Casa Branca também foi alvejado em um subúrbio da Virgínia em novembro passado.

A causa precisa da Síndrome de Havana – bem como quem pode estar por trás dela – tem sido um ponto de discórdia, com funcionários do governo expressando frustração com a falta de progresso no assunto.

Ainda não está claro se esses incidentes são resultado de algum tipo de arma, e embora se especule que Rússia, China ou Cuba possam estar por trás dos ataques, ninguém sabe ao certo.

Do jeito que as coisas estão, as investigações sobre o fenômeno continuam em andamento.

(Fonte)


Realmente se trata de um mistério. Obviamente os primeiros suspeitos são as potências que “competem” contra os EUA, mas isto não descarta a possibilidade de ser algum “cientista maluco” agindo de forma autônoma. O pior é que este cenário torna a questão delicada entre a Rússia e os EUA ainda mais complicada. Para quem não sabe, esses dois países agora estão bem próximos de um conflito mais acirrado, o qual pode envolver um encontro bélico.

Esperemos que, como sempre tem acontecido nas últimas décadas, as grandes potências nucleares não cheguem a um extremo onde todos perdem.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol