Pesquisador diz ter resolvido o mistério dos OVNIs

Compartilhe esta informação com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.
Pesquisador a diz ter resolvido o mistério dos OVNIs

O pesquisador Grant Cameron afirma ter resolvido o mistério dos OVNIs – e ele obteve as respostas tomando altas doses de psilocibina.

A mensagem dos seres, ele diz, é que tudo é um e “a menos que tenhamos a ideia de unidade juntos, o mundo está acabado, está terminado“.

Suas revelações apocalípticas vieram, diz ele, em um estudo prático da droga psicodélica, sobre a qual ele escreve em um novo livro chamado Breakthrough, que será publicado em duas semanas.

Ele fez 17 sessões, incluindo três que foram “literalmente o inferno”. Ele contou sobre seus experimentos em uma entrevista em vídeo com Sinead Aine Whelehan e dois experimentadores da “unidade” – uma que afirmou ter conversado com o falecido astronauta Edgar Mitchell.

Ele disse:

“‘Breakthrough’ é a ideia do que todos os que usam ‘psicodélicos’ desejam, você quer a experiência revolucionária que deseja, para entrar em nirvana/samadhi, seja qual for a experiência, esse estado de felicidade total quando você é um com o universo ou o que quer que seja, e você precisa fazer como quatro ou cinco gramas a fim de quebrar a barreira e o que você está fazendo; você está destruindo o ego.”

Ele se lembra de uma experiência assustadora com uma nave triangular, mas agora acredita que o medo é intencional em abduções alienígenas porque desliga o cérebro esquerdo.

Ele disse:

“Eles estão fechando o ego, eles estão fazendo você se dissociar, eles estão levando você para o campo. É tudo isso sobre a separação, o ego acredita na separação, ele acredita ‘eu contra você’, ‘bem contra o mal’, todo esse tipo de dualidade. Mas quando você entra no campo, quando os seres estão interagindo com você, eles interagem com você no campo, não com o seu ego.”

Ele ainda adicionou:

“Quanto mais eu olho para isso – e penso sobre isso 24 horas por dia – quanto mais eu olho para isso eu acredito que é absolutamente a única mensagem que eles têm e é a ideia de que você não está sozinho, que existe essa outra coisa, mas é parte de você. E eles sempre darão a mensagem, os seres sempre falarão sobre esta unidade. Edgar Mitchell foi mencionado anteriormente – a pesquisa de Edgar Mitchell mostrou que 54% de todos os experimentadores dizem durante sua experiência que foram falados sobre unidade e amor.

Agora, isso não é algo que você vai inventar porque acha que eles vão lhe contar sobre os sistemas estelares e como o disco voador voa. Por que eles falariam com você sobre união e amor? E foi isso que me motivou. Agora eu tive algumas sessões em que eu superei o que eu chamo de turbulência, essa matança do ego que pode ser muito, muito, muito assustadora … É uma situação em que você está com tanto medo, você está fora de controle, você está separado de tudo e você absolutamente acredita que está no inferno e que estará lá para sempre.

E então, de repente, surge e você vai para o campo, então, uma vez que você passa por isso, eles matam o ego, então você está no campo e então eu tive essa experiência de unidade. Mas não é uma coisa em que eles estão segurando um cartaz e dizendo que isso é unidade … você sente esse estado de euforia, o estado de bem-aventurança do estado de samadhi.

Assim, minha coisa toda é, a conclusão é, essa é a única mensagem, essa é a única coisa e, a menos que tenhamos a ideia de unidade juntos, o mundo está acabado, está acabado, você não vai salvá-lo enquanto acreditarmos que somos melhores do que todos e que a culpa é dos outros. Esse é o aviso que eles estão nos dando – ‘você tem que resolver isso’.

Pode parecer muito estranho ou o que quer que seja, mas é um ponto crítico que, a menos que entendamos que estamos todos neste barco juntos e tudo o que você faz para Gaia, você faz para o universo, e a menos que tenhamos essa ideia, acredito que é isso que os alienígenas estão nos dizendo, então terminamos.”

Cameron finalizou:

“Eu realmente não sei se há seres, é inteligência, mascara, mas é tudo um.

As pessoas dizem, oh, são alienígenas, são anjos, não, é uma coisa e eles disseram inúmeras vezes a numerosos experimentadores, ‘podemos vir como quisermos’ e se você estiver com medo, verá um cinza e se você estiver em um estado de amor e felicidade, você verá um ser de energia. E somos parte do que estamos manifestando, é tudo uma coisa só’.”

(Fonte)


Assista abaixo o vídeo em questão:

[Para instruções de como ativar a legenda em português do vídeo gerada pelo YouTube, embora ela possa não ser perfeita, clique aqui.]

Embora muitas pessoas atestem quanto ao fato de se conectarem com supostos “alienígenas” através do uso de “elementos químicos” – e não só com psilocibina, mas também ayauasca (que não é considerada por muitos um alucinógeno) – não há provas concretas de que uma experiência através deste tipo de uso realmente nos coloca em contato com esses seres.

Também vale lembrar que, ao contrário de James Cameron e do Dr. Steven Greer, outros pesquisadores, como Richard Dolan e Linda Moulton Howe, relatam que encontros com supostos alienígenas podem ser muito nocivos para nós e que as intenções desses seres muitas vezes são dúbias.

Onde reside a verdade? Bem, talvez estejamos mais próximos do que nunca de descobrirmos.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe esta informação com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.