Localizando OVNIs: vigilância aérea do tipo “faça você mesmo” está online

Compartilhe esta informação com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.
Localizando OVNIs: vigilância aérea do tipo "faça você mesmo" está online
A unidade Sky Hub consiste em tecnologia voltada para o consumidor, juntamente com um microcomputador desenvolvido para aprendizado de máquina e inteligência artificial. (Crédito da imagem: Sky Hub)

Se você está perplexo e confuso com relatos de fenômenos aéreos não identificados (UAP/OVNIs) e possíveis visitas de espaçonaves alienígenas, você pode agir com equipamento de monitoramento do céu faça você mesmo.

Dado o baixo custo e a alta capacidade da tecnologia atual para o consumidor, você também pode estar pronto para documentar eventos fora do comum.

Entre no mundo do Sky Hub, uma rede global de sensores inteligentes projetados para capturar assinaturas digitais de eventos anômalos. Esta rede crowd-sourced de rastreadores inteligentes com ‘processamento de borda’ carrega dados de fenômenos incomuns para uma nuvem Sky Hub.

As forças motrizes que capacitam a iniciativa do Sky Hub centram-se no rápido crescimento e evolução do aprendizado de máquina para otimizar a análise de grandes conjuntos de dados e a acessibilidade crescente de hardware pronto para inteligência artificial (IA). Esses avanços podem ser aproveitados para sondar o comportamento contínuo e desconcertante de UAPs e de objetos voadores não identificados (OVNIs) que supostamente cruzam os céus.

Trabalho em progresso

A missão do Sky Hub é clara: conectar uma rede de conjuntos de sensores de propriedade de civis, usar o aprendizado de máquina para catalogar eventos anômalos e compartilhar esses dados com os pesquisadores. O próprio grupo consiste em voluntários dedicados.

O sistema Sky Hub é um trabalho em andamento, disse Christopher Cogswell, presidente do conselho consultivo científico do Sky Hub. O grupo incentiva as pessoas a se juntarem, mas os primeiros a adotarem devem estar cientes de que o software do sistema está atualmente em alfa e que as alterações de hardware ainda são possíveis.

O objetivo final é construir e hospedar um banco de dados digital de OVNIs em todo o mundo que qualquer pessoa possa acessar sob uma Licença Creative Commons usando o software de código aberto do Sky Hub.

Cogswell disse ao Space.com:

“Há muito tempo estou interessado em saber porque certas tecnologias ou conceitos científicos foram prontamente aceitos pela sociedade … enquanto outros se tornam pontos de conflito.

Procurar por UAPs/OVNIs não é apenas uma oportunidade de tornar isso algo interessante, mas também útil. Há muitos relatos de objetos no céu que não sabemos como categorizar e que considero interessantes e dignos de estudo.”

Participação pública

Cogswell disse que o Sky Hub tem atualmente 12 unidades operacionais. A maioria está nos Estados Unidos, mas há algumas no Reino Unido e uma no Brasil. Na maioria das vezes, as unidades são padrão, usando uma câmera com lente fisheye (grande angular) e outro hardware. As especificações sugeridas, como um microcomputador desenvolvido para aprendizado de máquina e IA, estão publicadas no site Sky Hub.

Cogswell disse:

“Não queremos correr antes de podermos andar, mas novas ideias são sempre bem-vindas. O custo para montar uma unidade Sky Hub para implantação pode variar de US $ 600 a US $ 1.000.

Estamos constantemente tentando encontrar alternativas mais baratas. Queremos que o Sky Hub seja acessível às pessoas, e ter o público fazendo parte deste projeto conosco é um objetivo que vale a pena.”

Até agora, o equipamento Sky Hub capturou meteoros, fotografou a Estação Espacial Internacional e até avistou bandos de pássaros, o que parece ser um drone, e um parapente.

Cogswell disse:

“Estamos abertos para aqueles em outras áreas que podem usar o Sky Hub, onde as medições e caracterizações ópticas podem ser úteis.”

Quanto a mergulhar na situação OVNI/UAP, Cogswell disse:

“Estamos olhando para isso de uma perspectiva séria, mas cética. Em minha opinião, há algo interessante acontecendo aqui que vale a pena investigar. Você não pode negar que ainda existem pessoas que fazem relatos de OVNIs todos os anos. Se for tudo falso, na minha cabeça, isso é quase mais interessante. Como algo falso se tornou um fenômeno social como este?”

Com relação à situação aos OVNIs/UAPs, Scott Miller, presidente e professor de engenharia aeroespacial da Wichita State University, no Kansas, oferece um ponto de vista interessante:

“Tenho tentado seguir as histórias dos UAPs. Suspeito que muitos avistamentos ainda estão relacionados a atividades secretas, não necessariamente classificadas, de aeronaves. Curiosamente, eu suspeito fortemente que todos os principais empreiteiros de defesa, e muitos novos, expandiram suas habilidades para prototipar veículos rapidamente.”

A visão de Miller se concentra em empreiteiros ansiosos para atrair dólares do Departamento de Defesa dos EUA (DoD) construindo e voando seus próprios demonstradores de tecnologia.

Ele disse:

“Provavelmente há muitos veículos financiados por entidades não governamentais que voaram, estão ou estarão voando.”

Coisas novas legais

Existem alguns avistamentos de OVNIs que são muito interessantes e potencialmente não relacionados a novas aeronaves secretas, disse Miller.

Ele complementou:

“No entanto, tenha em mente que se tivéssemos visto um caça furtivo Have Blue antigo nos anos 70, teríamos dito que não havia como ser um avião.”

Os famosos vídeos da Marinha dos OVNIs ‘Tic Tac’ são interessantes e desconcertantes, disse Miller, mas há uma série de coisas sobre as quais ele está confuso.

“Especificamente, por que apenas a Marinha viu os Tic Tacs? Acredito que a Força Aérea e os fuzileiros navais voam no mesmo espaço aéreo. Além disso, acho que todos os avistamentos da Marinha foram de modelos F-18 E / F Super Hornet. Há algo nos sistemas dessas aeronaves da série E/F que facilite um avistamento de UAP, por exemplo, falhas de processamento de sinal de radar, etc.?”

O mundo da aviação, suspeita Miller, está no limite.

Ele disse:

“Temos potencial para projetar, construir e pilotar novos veículos em meses, não em anos. As aeronaves não estarão necessariamente prontas para produção, mas podem ser utilizadas como demonstradores de tecnologia. Espero que as empresas e o DoD tenham analisado muitas coisas novas e interessantes.”

Para obter mais informações sobre o Sky Hub e ‘como fazer’ para construir seu próprio equipamento de detecção/rastreamento, vá para https://skyhub.org/.

(Fonte)


Bem, certamente os “professores da impossibilidade” sempre terão suas “justificativas” para qualquer avistamento de OVNI hoje em dia, sempre culpando-os à possível “nova tecnologia desafiadora das leis da física” sendo implementada ou a defeitos em equipamentos. Mas o que eles nunca se manifestam a respeito é o fato dos OVNIs estarem sendo avistados desde os primórdios da humanidade, com registros que vão desde petróglifos em paredes de habitats do homem primitivo até registros escritos através dos séculos.

Assim, onde está a verdade? Bem, qualquer posição derivada de crença pessoal, sem a análise fria e imparcial dos fatos, é totalmente inválida. Isto vale para ambos os lados e é algo que até mesmo eu devo me monitorar.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe esta informação com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.