web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Os OVNIs, o Universo psíquico e o nosso mundo

Tempo de leitura: 3 min.
Os OVNIs, o Universo psíquico e o nosso mundo
Crédito da imagem: depositphotos

Por Michael Grosso, Ph.D.

Edgar Mitchell, o astronauta americano que voou para a Lua e de volta, também foi um grande explorador do espaço interior. Dr. Mitchell também estava interessado no fenômeno OVNI, que desde 2017 foi finalmente reconhecido após décadas de acobertamento em publicações importantes como a do New York Times.

A pesquisa de Mitchell, que culminou na publicação de Beyond UFOs (Além dos OVNIs – em tradução livre), é explícita sobre a combinação de ovnilogia e parapsicologia sob a bandeira unificadora dos estudos da consciência. Reuni-las é bastante natural por uma razão simples; a literatura de OVNIs e encontros alienígenas está repleta de relatos paranormais: telepatia, levitação, desmaterialização, cura sobrenatural e assim por diante. Fenômenos aéreos inexplicáveis ​​fazem parte e se relacionam com a história religiosa.

O modelo de Mitchell se abre para um programa de pesquisa expandido. Os editores de Beyond UFOs (Hernandez, Klimo, Schild) acessaram um recurso enorme, extenso e muitas vezes oculto de informação que o governo e a cultura científica têm medo de confrontar. Parece que o acobertamento do fenômeno OVNI incrivelmente complexo está terminando.

Beyond UFOs é o primeiro volume de uma série que trata do banco de dados expandido de anomalias. Deve ser mencionado que os primeiros pesquisadores estavam cientes da dimensão paranormal da ovnilogia. Eu destacaria Kenneth Ring e Raymond Fowler como tendo estudado casos de pessoas que tiveram experiências de quase morte e encontros imediatos com inteligência alienígena. Algumas experiências de quase morte permitem que as pessoas tenham contato com anjos, alienígenas e agentes de transcendência relacionados. Uma afirmação generalizada é que o propósito por trás das aparentes visitas alienígenas é impulsionar, guiar e acelerar a evolução humana.

As tecnologias humanas resultaram na poluição e no superaquecimento do planeta, e colocaram em movimento forças que ameaçam a vida e a civilização em todos os lugares. Uma mudança radical dos valores humanos, atitudes e estilos de vida parece cada vez mais necessária se esperamos evitar uma catástrofe sem precedentes.

Rey Hernandez me convidou para ajudar na classificação dos papéis que serão usados ​​nos volumes subsequentes desta série. Os volumes serão sobre a apresentação de dados extraordinários de experimentadores contemporâneos e o esforço contínuo para explicá-los.

Existe um mundo de bom senso que todos nós habitamos e precisamos honrar e respeitar. Mas as pessoas em todos os lugares estão tendo experiências que abalam nossas suposições sobre o mundo do senso comum. Embora, em certo sentido, todos nós habitemos o mesmo mundo, também é verdade dizer que não, porque todos nós vivenciamos o mundo de maneira diferente. Às vezes, a diferença é tão extrema que sugere que algumas pessoas são loucas ou que a maioria de nós não tem consciência do que está acontecendo. Acho que foi William Blake quem disse que onde algumas pessoas apenas veem o nascer do sol, ele, Blake, estava vendo os filhos de Deus pulando de alegria!

Mas aqui está o grande ponto. À medida que nossas mentes mudam, também muda nosso mundo. O mundo que vivenciamos é filtrado e sublinhado por nossas crenças, memórias e sentimentos a qualquer momento. Aprender algo novo, adquirir um novo conceito, perceber uma nova possibilidade pode alterar nossas vidas e nosso relacionamento com outras pessoas. Estou dizendo tudo isso à luz dos cerca de oitenta e cinco artigos que tenho lido e tentando resolver para os novos volumes destinados à publicação.

Desejo, então, mencionar vários pontos que representam para mim novas formas de olhar o mundo e os relatos notáveis ​​de grande estranheza.

Mais pessoas estão tendo experiências anômalas do que podemos suspeitar, tanto pessoas comuns quanto especialistas em experiências acadêmicas e científicas.

As pessoas estão tendo muitas e variadas experiências, como se, uma vez que a porta psíquica se abra, o tráfego com o extraordinário aumente exponencialmente.

Talvez uma das ideias mais marcantes seja que as pessoas podem induzir consciente e deliberadamente essas experiências extraordinárias. Eu sempre encontro relatos de pessoas que invocam os seres altamente estranhos – e eles vêm! Discuti essa ideia em meu livro sobre milagres (Smile of the Universe – Sorriso do Universo, em tradução livre). A grande ideia para investigar com mais cuidado é que nós, humanos, podemos, se quisermos, iniciar um diálogo significativo com seres e formas de inteligência que o senso comum e a ciência consideram impossíveis. Nossas vidas têm potenciais experimentais que mal podemos começar a imaginar.

(Fonte)


Talvez, da próxima vez que um amigo ou conhecido lhe contar uma experiência extraordinária você deva reconsiderar antes de duvidar. Só porque você ainda não viu a mesma coisa não significa que ela não exista.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol