Superestradas no sistema solar permitem viagens mais rápidas

Compartilhe esta informação com a galáxia!
Tempo de leitura: < 1 min.
planeta, sistema solar, NASA Superestradas no sistema solar permitem viagens mais rápidas

Pesquisadores descobriram uma nova rede de superestradas para viajar através do Sistema Solar muito mais rápido do que era possível anteriormente. Essas rotas podem conduzir cometas e asteroides próximos de Júpiter à distância de Netuno em menos de uma década e a 100 unidades astronômicas em menos de um século. Elas poderiam ser usadas ​​para enviar espaçonaves aos confins de nosso sistema planetário relativamente rápido e para monitorar e compreender objetos próximos à Terra que podem colidir com nosso planeta.

Em seu artigo, publicado na edição de 25 de novembro da Science Advances, os pesquisadores observaram a estrutura dinâmica dessas rotas, formando uma série de arcos conectados dentro do que é conhecido como coletores espaciais que se estendem do cinturão de asteroides até Urano e além. Esta recém-descoberta do ‘celestial autobahn‘ ou ‘rodovia celestial’ atua ao longo de várias décadas, ao contrário das centenas de milhares ou milhões de anos que geralmente caracterizam a dinâmica do Sistema Solar.

As estruturas de arco mais conspícuas estão ligadas a Júpiter e às fortes forças gravitacionais que ele exerce. A população de cometas da família de Júpiter (cometas com períodos orbitais de 20 anos), bem como corpos de sistema solar de pequeno porte conhecidos como Centauros, são controlados por tais variedades em escalas de tempo sem precedentes. Alguns desses corpos vão acabar colidindo com Júpiter ou sendo ejetados do Sistema Solar.

As estruturas foram resolvidas reunindo dados numéricos sobre milhões de órbitas em nosso Sistema Solar e computando como essas órbitas se encaixam em variedades espaciais já conhecidas. Os resultados precisam ser mais estudados, tanto para determinar como elas podem ser usados ​​por espaçonaves, ou como tais variedades se comportam nas proximidades da Terra, controlando os encontros de asteroides e meteoritos, bem como a crescente população de objetos artificiais feitos pelo homem no sistema Terra-Lua.

(Fonte)

Colaboração: Adalberto Dorneles


n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe esta informação com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.