OVNI avistado da Estação Espacial Internacional era na verdade urina

Tempo de leitura: 2 min.
OVNI avistado da Estação Espacial Internacional era na verdade urina
Ele achou que era OVNI, mas era urina.

O astronauta britânico Tim Peake relembrou o momento em que pensou ter visto um OVNI no espaço durante seu tempo a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

O Major Peake se tornou o primeiro astronauta britânico a ingressar na ISS quando passou seis meses a bordo do laboratório orbital em 2015.

Durante seu tempo a bordo, o ele disse que uma vez viu “três luzes se movendo em formação”, antes de se juntar a uma quarta.

Peake disse no The Graham Norton Show:

“Ficamos perplexos, até percebermos que o que pensávamos ser as luzes distantes de espaçonaves alienígenas eram, na verdade, pequenas gotas muito próximas.

O que estava acontecendo era um líquido vazando de um veículo sonda russa, cristalizando instantaneamente e refletindo a luz. O que estávamos vendo era urina russa.”

O Major Peake espera retornar ao espaço nos próximos anos, apesar da ansiedade inicial que sentiu em sua primeira missão.

Ele disse:

“Sempre há um pensamento em minha mente de que estou jogando dados, mas a sensação predominante é de excitação movida a adrenalina.

Eu adoraria [voltar], com certeza. Na verdade, estamos todos programados para uma segunda missão entre agora e 2024. Estou esperando ao lado do telefone.”

No início deste ano, o Departamento de Defesa dos EUA liberou vídeos do que eles descreveram como “fenômenos aéreos inexplicáveis”, levantando teorias de que eles mostram OVNIs alienígenas.

Os três vídeos lançados foram capturados por pilotos norte-americanos em 2004 e 2015, mas só lançados oficialmente este ano depois que a filmagem vazou para o New York Times.

Um dos pilotos que capturou a filmagem de 2004 descreveu um objeto oblongo pairando sobre o Oceano Pacífico, dizendo “acelerou como nada que eu já vi”.

Em resposta aos vídeos, o ex-líder democrata do Senado, Harry Reid, disse que o Pentágono deveria dar uma “análisada séria e científica disso”, acrescentando: “isso apenas arranha a superfície dos materiais de pesquisa disponíveis”.

O Pentágono disse em um comunicado na época:

“Após uma revisão completa, o departamento determinou que a liberação autorizada desses vídeos não classificados não revela nenhuma capacidade ou sistema sensível e não interfere em quaisquer investigações subsequentes de incursões militares no espaço aéreo por fenômenos aéreos não identificados.”

(Fonte)


Assim como nem tudo que reluz é ouro, nem tudo que brilha e se move no espaço é nave alienígena; pode ser muitas outras coisas desde gelo, destroços de satélites e foguetes, e até urina… ou pior. Porém, os vídeos do Pentágono mencionados no artigo acima podem muito bem ser.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.