Extraterrestres estão nos ouvindo, mas não dizem “olá”, diz cientista

Compartilhe esta informação com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Extraterrestres estão nos ouvindo, mas não dizem "olá", diz cientista
Os alienígenas podem estar nos ouvindo, mas não dizem ‘alô’ (Imagem: Getty Images / Science Photo Library RF)

O Dr. Douglas Vakoch, 59, presidente da Messaging Extraterrestrial Intelligence, está preocupado que os humanos não estejam se conectando com formas de vida alienígenas porque ninguém ousa quebrar o gelo.

Aliens existem por toda a galáxia, mas eles estão somente nos ouvindo em vez de dizer olá, de acordo com um dos maiores caçadores extraterrestres do mundo.

O astrobiólogo montou sua própria organização de pesquisa dedicada à transmissão de sinais para extraterrestres.

O Dr. Vakoch, acredita que é importante enviar sinais para a galáxia porque os alienígenas sabem que existimos, mas não estão se comunicando.

Ele também acredita que não devemos nos preocupar em ser invadidos por alienígenas porque não somos uma ameaça, pois não dominamos as viagens espaciais.

Em uma entrevista à revista BBC Science Focus, ele disse:

“Minha grande preocupação é que existem, de fato, muitas outras civilizações por aí, mas elas estão fazendo exatamente o que nós estamos.

Eles têm esses programas robustos de inteligência em busca de extraterrestres e todos estão ouvindo, mas ninguém está dizendo olá.

E então este é o nosso esforço para entrar na conversa galáctica.”

Descartando as preocupações de que isto poderia ser perigoso, ele disse:

“Acho que o que as pessoas perdem quando pensam que é arriscado é que os alienígenas com os quais estamos preocupados já sabem que estamos aqui.

Mesmo antes dos sinais de rádio, eles tiveram dois bilhões de anos para saber que há vida complexa em nosso planeta devido às mudanças em nossa atmosfera.

Atualmente não temos a capacidade de detectar o gêmeo da Terra emitindo nosso nível de radiação natural ou radiação de vazamento, TV e rádio. Também não temos motores de dobra espacial. Não temos como chegar a outra estrela. Portanto, não somos uma ameaça.”

A mensagem mais famosa enviada à galáxia foi transmitida por um radiotelescópio em Arecibo, Porto Rico, que incluiu detalhes sobre números, elementos químicos, uma descrição da vida na Terra e nosso DNA.

Em vez disso, a organização do Dr. Vakoch tenta enviar transmissões “sucintas e inteligíveis”, que são “cartilhas direcionados para cientistas alienígenas”.

Ele disse:

“Queremos transmitir muitas mensagens diferentes.

Uma das coisas que você verá nas mensagens de Arecibo são muitas fotos. Bem, o que acontece se o alienígena for cego?

Quando enviamos nossa mensagem para a Estrela de Luyten, nós a projetamos especificamente para um alienígena cego.”

O Dr. Vakoch admitiu que não achava que houvesse muita chance de alienígenas responderem à sua mensagem de 2017, mas disse que iria ficar na escuta caso respondessem.

(Fonte)


Devido ao tempo que demora para mensagens de rádio alcançarem sistemas solares “próximos” da Terra (dezenas, centenas e até milhares de anos), talvez seria muito mais produtivo se o Dr. Vakoch tentasse comunicação com os OVNIs que têm se manifestado aqui no nosso planeta desde nossa antiguidade. Pelo menos a chance dele receber uma resposta antes do final de sua vida seria muito maior.

Porém, não sabemos se os ocupantes destas naves são de outro planeta, outra dimensão, ou se até mesmo elas possuem ocupantes, mas mesmo assim se trata de um mistério que, se solucionado, poderá realmente lançar uma luz sobre nossa origem, e muito mais. Talvez esta seja uma das questões mais importantes e impactantes para a raça humana.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe esta informação com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.