Notícia triste para a astronomia: Radiotelescópio de Arecibo será demolido

Tempo de leitura: 2 min.

Como noticiado aqui no OH no dia 17 passado, após o rompimento de uma cabo, o qual causou danos enormes no radiotelescópio de Arecibo, os engenheiros temiam que uma enorme plataforma de 900 toneladas poderia desabar sobre a estrutura, causando danos ainda maiores. E agora nos vem a notícia mais triste:

Notícia triste para a astronomia: Radiotelescópio de Arecibo será demolido

O radiotelescópio de 305 metros de largura em Arecibo, Porto Rico, está sendo fechado permanentemente.

O telescópio de Arecibo foi construído em 1963 e foi o maior radiotelescópio do mundo por décadas.

É de lá que os astrônomos enviaram uma mensagem de rádio interestelar em 1974 e onde o primeiro planeta extra-solar conhecido foi descoberto em 1992.

O telescópio fez um trabalho pioneiro na detecção de asteróides próximos à Terra, observando as intrigantes explosões celestes conhecidas como explosões rápidas de rádio e estudando muitos outros fenômenos.

A National Science Foundation (NSF) desativará para a demolição a enorme antena parabólica do Observatório de Arecibo depois que os danos tornaram a instalação muito perigosa para consertar.

A NSF explica, através de John Abruzzo, diretor administrativo da Thornton Tomasetti:

Acreditamos que a estrutura entrará em colapso em um futuro próximo se não for alterada. A demolição controlada, projetada com uma sequência de colapso específica determinada e implementada com o uso de explosivos, reduzirá a incerteza e o perigo associado ao colapso.

(Fonte)

Realmente se trata de uma grande perda para a astronomia. Como informado no último artigo que publicamos a respeito dos danos neste radiotelescópio:

Durante uma oficina de trabalho recentemente concluída para explorar as várias maneiras de investigar o asteroide Apophis potencialmente perigoso quando ele passar pela Terra em 2029, a cientista pesquisadora de Arecibo, Anne Virkki, expressou sua preocupação com o fato de a instalação não estar disponível tão cedo.

De acordo com Abel Méndez, professor associado de física e astrobiologia do Laboratório de Habitabilidade Planetária da Universidade de Puerto Rico-Arecibo, este é o melhor instrumento do mundo para estudar a trajetória de asteroides que possam ser uma ameaça ao nosso planeta.

Lastimável!

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.