Preocupante: Quimeras humano/macaco estão sendo criadas na China

Tempo de leitura: 2 min.
Preocupante: Quimeras humano/macaco estão sendo criadas na China
Os cientistas conseguiram criar um híbrido de embrião humano-macaco. Veremos híbridos humanos inteiros no futuro?

Não! Este não é o trailer de um filme popular de ficção científica. Esses são fatos apresentados a nós por cientistas da China. E sim, o título está correto – uma equipe de pesquisadores criou embriões que são parte humanos e parte macacos, ou seja, híbridos humanos ou quimeras homem-macaco. Escolha o que soa melhor para você.

Por meio de experimentos surpreendentes, seu objetivo final é criar um animal com rim ou fígado totalmente humano. O objetivo desses experimentos controversos é a possibilidade desses primatas serem usados ​​como fontes de órgãos para transplantes.

Quimeras humanas modernas

A técnica envolve a injeção de células-tronco embrionárias humanas em um embrião de um dia. A esperança é que as células humanas cresçam junto com o embrião. Há algum tempo, foi feita uma tentativa de adicionar células humanas a embriões de porcos, mas isso não ocorreu de forma eficaz.

A esperança de sucesso nos experimentos atuais era a similaridade genética dos macacos com a dos humanos. Para dar às células humanas uma chance melhor de persistir e se desenvolver, os cientistas também usam a tecnologia de edição de genes. Assim, eles proibiram a formação de certos tipos de células em embriões de animais. Até agora, nenhum macaco com genes mistos nasceu. Em vez disso, os embriões mistos se desenvolveram no laboratório em apenas duas semanas em 2019.

A criatura teria sido capaz de crescer e nascer, mas os cientistas interromperam o processo. A equipe, formada por membros do Instituto Salk de Estudos Biológicos dos Estados Unidos e da Universidade Católica de Murcia, conseguiu modificar geneticamente embriões de macaco.

Os pesquisadores desativaram os genes que compõem os órgãos e os substituíram por células-tronco humanas. Eles esperam que um dia esses órgãos híbridos sejam transplantados para humanos.

Por outro lado, um pesquisador de experimentos anteriores com porcos acredita que os experimentos atuais não levarão ao sucesso, pois os órgãos que se desenvolverão seriam muito pequenos. Nos Estados Unidos, os fundos federais nunca podem ser usados ​​para criar embriões mistos de humanos e macacos. No entanto, essa regra não existe na China, o que provavelmente é a razão pela qual as pesquisas estão sendo conduzidas lá.

Experimentos semelhantes preocupantes

Outro fato curioso é que, em 2019, o Japão se tornou o primeiro país do mundo a aprovar experimentos com células humanas e embriões de animais. O governo japonês pretende permitir que os pesquisadores procurem maneiras de cultivar órgãos para transplante.

O biólogo Hiromitsu Nakauchi esperava há mais de uma década para obter permissão do governo para seus experimentos. Como pesquisador líder de células-tronco nas universidades de Tóquio e Stanford, Nakauchi já fez experiências com embriões de porco e ovelha.

Segundo ele, não se espera sucesso com a criação de órgãos híbridos humanos nos próximos anos, mas as pesquisas vão evoluir muito. Os experimentos começarão com a injeção de células-tronco pluripotentes induzidas por humanos em embriões de ratos e camundongos que foram geneticamente modificados para que não possam desenvolver um pâncreas.

O objetivo é que o embrião de roedor use células humanas para construir o pâncreas e, por dois anos, a equipe planeja monitorar como esses animais se desenvolvem e crescem. Somente se for bem-sucedido, a permissão será concedida para os mesmos experimentos com porcos.

Além disso, se Nakauchi e sua equipe descobrirem que mais de 30% dos cérebros de roedores são de origem humana, eles interromperão imediatamente o experimento. Estas fazem parte das condições do governo para prevenir o surgimento de um animal “humanizado”.

Uma opinião sobre o assunto

A injeção de células humanas em embriões de macaco e outras espécies levanta questões sobre barreiras evolutivas e interespecíficas. Até que ponto temos o direito de cruzar certas fronteiras? … Até que ponto essas intervenções na natureza e em suas criaturas podem ser controladas?

(Fonte)


Será que os fins justificam os meios? Seria a criação dessas quimeras moralmente correto, levando em consideração todas os questões envolvidas no processo? Mas talvez a pergunta mais assombrosa é: Alguém aqui duvida que já foi permitido a algumas dessas quimeras de passar por todo o processo de gestação e ainda estar viva?

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.