Marte pode ter roubado um pedaço da nossa Lua

Tempo de leitura: 2 min.
Marte pode ter roubado um pedaço da nossa Lua
A ilustração acima não mostra o asteroide referido no artigo, mas sim as luas de Marte Fobos e Deimos. Crédito: NASA

De acordo com um novo estudo, um pedaço da Lua da Terra pode estar orbitando Marte.

Segundo um comunicado de imprensa, há um asteroide em uma órbita excêntrica de Marte chamado (101429) 1998 VF31, que os cientistas do Observatório e Planetário de Armagh (AOP) na Irlanda do Norte determinaram ter um espectrógrafo surpreendentemente semelhante à leitura da Lua. Depois de ser ejetado por algum tipo de colisão antiga em órbita, eles suspeitam que 101429 foi preso pela atração gravitacional de Marte.

A pesquisa da equipe AOP, publicada na revista Icarus, descobriu que as assinaturas químicas do asteroide 101429 são extremamente semelhantes à nossa Lua, sugerindo que ele foi desalojado durante a pré-história do sistema solar.

O pesquisador da AOP, Galin Borizov, informou no comunicado:

O espectro deste asteroide em particular parece ser quase um sinal de morte para partes da Lua onde há rochas expostas, como o interior de suas crateras e montanhas.

Porém, o estudo não descarta a possibilidade de que o asteroide seja na verdade um fragmento de rocha marciana ou um asteroide que por acaso é muito parecido com a Lua, mas a semelhança com a nossa lua é difícil de ignorar. E o passado turbulento de nosso sistema solar torna possível que nossa Lua se fragmentou após ser atingida em uma colisão.

O astrônomo da equipe AOP, Apostolos Christou, disse no comunicado:

O início do Sistema Solar era muito diferente do lugar que vemos hoje. O espaço entre os planetas recém-formados estava cheio de destroços e as colisões eram comuns. Grandes asteroides atingiam constantemente a Lua e outros planetas.

(Fonte)


Provavelmente, daqui alguns dias, haverá outro estudo tentando desmentir esta informação. É assim que a ciência tenta chegar a um consenso na busca pela verdade. Toda informação dever ser desafiada até que se prove incontestavelmente verdadeira… e muitas vezes até essas são “desmentidas” depois de anos que foram aceitas como verdades.

Mas, realmente, não há outra forma. O importante é avançar.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.