Onda de terremotos sacode região da base polar do Brasil na Antártica

Tempo de leitura: < 1 min.
Onda de terremotos sacode região da base polar do Brasil na Antártica
Quantidade de abalos a cada 6 horas na região.

De acordo com o site metsul.com, equipes das bases polares Carlini (Argentina) e Villa Frei (Chile) na Antártica estabeleceram protocolos de seguranças caso seja necessária uma evacuação devido a uma incomum “onda sísmica” dos últimos dias.

Os terremotos que ocorreram próximos da base brasileira Comandante Ferraz já somam mais de 50 mil e começaram em 28 de agosto passado. Mais de mil desses terremotos ultrapassaram os 3 graus de magnitude. Por se tratar de uma área de instrumentalização incipiente, as equipes estão em alto alerta. Para piorar a situação, não há estrutura de monitoramento disponível em outros locais para fornecerem informações mais específicas sobre a atividade sísmica. 

Ainda segundo o metsul.com, na opinião de Joaquín Vásquez, atual membro e ex-Diretor da Rede Geocientífica do Chile, trata-se de uma onda de abalos “incomum”. A onda de abalos teve início no dia 28 de agosto, por volta das 17h52, quando ocorreu um primeiro terremoto de magnitude 2,9. Terremotos incomuns têm ocorrido desde então.

Sergio Ruiz, diretor do Departamento de Geofísica da Universidade do Chile disse:

É um comportamento incomum que, em um de seus últimos tremores, registrou 5,8 graus de magnitude. Situação que fez com que os especialistas emitissem um alerta devido à escassa atividade histórica de abalos nesta área.

Ruiz esclareceu que, em geral, um terremoto de maior ou menor magnitude sempre é seguido por tremores consecutivos que diminuem de intensidade ao longo do tempo. Porém, agora os tremores não diminuíram de intensidade. Há alguns dias houve um terremoto de magnitude de 5,8 que causou danos à base Carlini, da Argentina, assim os especialistas alertam que um terremoto de magnitude 6 poderia causar consequências ainda mais graves. 

O que mais esperar de 2020?

Colaboração: MaryH

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.