Estranhas abduções alienígenas por OVNIs subaquáticos (os OSNIs)

Tempo de leitura: 5 min.
Estranhas abduções alienígenas por OVNIs subaquáticos (os OSNIs)

Um aspecto do fenômeno OVNI que tende a permanecer nas sombras em comparação com outros relatos são aqueles dos Objetos Submarinos Não Identificados (OSNIs, de sigla em inglês USO), que envolve aqueles relatos estranhos de naves não identificadas debaixo d’água. Há muito tempo há relatos de estranhos objetos misteriosos se deslocando em alta velocidade sob as ondas de nossos oceanos e, embora sejam mais raros e não tão conhecidos quanto seus irmãos acima do solo, talvez sejam ainda mais inexplicáveis ​​e enigmáticos. Além disso, assim como na superfície os OVNIs tradicionais têm suas várias histórias de abdução alienígena, o mesmo acontece com essas forças inescrutáveis ​​do fundo do mar.

Um caso notável de sequestro realizado por uma OSNI é o de uma mulher chamada Betty Andreasson Luca em 1950. Dona de casa, mãe e avó, ela afirmava que essa experiência foi descoberta por hipnose e que o estranho incidente aconteceu quando ela era apenas uma criança. Ela diz que estava em sua casa em uma noite perfeitamente normal quando foi levada por um “veículo semelhante a uma roda” e, uma vez a bordo, ela afirma que o veículo foi em alta velocidade em direção a um corpo de água em velocidades perigosamente altas. Ela se preparou para o que parecia ser um impacto catastrófico e iminente quando a nave foi arremessada em direção à superfície da água sem nenhum sinal de desaceleração. Mas em vez da queda esperada, ela submergiu suavemente e continuou sem problemas, nem mesmo estremecendo

Depois de algum tempo viajando debaixo d’água em grande velocidade, com o mar ficando turvo do lado de fora, a nave então supostamente entrou em um sistema de túneis submersos, que tinha gelo e pingentes de gelo ao longo de suas paredes, e estava fortemente iluminado por meios que ela não pôde determinar. Ela diz que a nave finalmente atingiu uma enorme cúpula subaquática e uma base ou instalação de algum tipo, onde ficou chocada ao ver uma coleção de pessoas em algum tipo de animação suspensa dentro de recipientes de vidro, congeladas ali como insetos presos em âmbar.

Ela descreveu centenas e mais centenas dessas pessoas, vestindo roupas de diferentes períodos ao longo da história e colocadas em conjuntos que se aproximavam daquele período de tempo, o que a fez pensar neste estranho lugar como um “Museu do Tempo”. Havia pessoas de todas as idades encerradas assim, fileiras e mais fileiras deles, junto com animais também, e foi uma visão assustadora. Ela foi então levada de volta para sua casa e esqueceria todo o incidente por décadas até que o evento foi exposto por hipnose em 1980, depois de vivenciar pesadelos vívidos da provação.

É difícil saber o que fazer com este relato, e visto que Andreasson passou a relatar outros encontros com alienígenas que ela diz serem servos angelicais de Jesus Cristo, seus contos foram recebidos com algum ceticismo.

Teria ela realmente sido levada para o fundo do mar para este Museu do Tempo por um OSNI? Quem sabe?

Um encontro semelhante aconteceu com um homem chamado Filiberto Cardenas em 1979 nas proximidades de Hialeah, Flórida. Em 3 de janeiro daquele ano, Cárdenas e sua esposa foram comprar um porco para assar no fim de semana seguinte, mas não conseguiram encontrar um. A certa altura, eles se perderam em sua missão e entraram em uma estrada rural escura à noite e, depois de algum tempo, o motor inexplicavelmente parou.

O casal verificou o carro, mas parecia estar em perfeitas condições de funcionamento, e eles não conseguiram descobrir porque o motor havia morrido repentinamente sem aviso prévio. Foi então que eles ouviram um som como “um enxame de abelhas” e o carro começou a tremer e sacudir como se um terremoto estivesse acontecendo, e havia o brilho de luzes vermelhas e violetas ao redor deles dançando nas árvores. Cardenas então explica que ficou paralisado de repente por alguma força invisível e erguido no ar enquanto sua esposa gritava em pânico. Ele então perdeu a consciência e, quando acordou, encontrou-se em um assento estranho, ainda paralisado e dentro de uma sala brilhante, rodeado por seres humanoides com capacetes, que falavam entre si em uma língua que para ele parecia alemão. Na frente dele estava uma tela na parede, através da qual tremeluziam imagens de vários pontos ao longo da história da Terra e também do que ele presumia ser o futuro. Quando esta apresentação de slides terminou, ele foi conduzido a uma nave menor, que se destacou e saiu velozmente em direção ao que ele considerou ser uma praia. A nave então zuniu direto sobre a areia e mergulhou no oceano, a partir do qual as coisas ficariam ainda mais bizarras.

A nave em que ele estava se aproximou de um túnel subaquático que tinha iluminação ao longo dele, como se fosse uma espécie de bioluminescência, e então entraram em uma área que estava seca, uma espécie de caverna em uma bolsa de ar, onde ele viu grandes símbolos de serpentes nas paredes. Ele então foi retirado da nave e sentou-se em uma pedra, após o que foi recebido por um homem que disse que ele era da Terra e era empregado dos alienígenas. Cardenas foi então levado para uma enorme cidade subaquática e depois levado de volta ao ponto de partida.

Cárdenas alegaria ter recebido muitas profecias dos alienígenas, como a eleição do presidente Ronald Reagan em 1980, o terremoto de 1985 na Cidade do México, a manifestação de estudantes chineses na Praça Tiananmen em 1989, o assassinato do presidente egípcio Anwar Sadat em 1981 e a Guerra do Golfo contra Saddam Hussein em 1990.

Seria isso real e existem bases alienígenas subaquáticas em nosso planeta, conforme descrito?

Também temos a história de Orlando Jorge Ferraudi, que em 1965 estava pescando no litoral norte da Argentina, quando teve uma experiência que jamais esqueceria. Ele afirma que de repente se sentiu como se estivesse sendo observado e, quando se virou, viu uma entidade humanoide muito alta, com quase 2 metros de altura, pele pálida, olhos claros e vestindo uma espécie de macacão brilhante e amarelada. O ser parecia saber que Farraudi estava assustado e tentou acalmá-lo por meio de mensagens telepáticas. Farraudi diria:

Foi uma noite muito escura. Este ser estava me dizendo mentalmente ‘Se acalme. Não tenha medo. Você não deve ter medo’. Então ele se virou, pegando meu braço e colocou algum tipo de pote em cima da mureta. Ao ser aberto, o pote emitiu uma luminosidade fosforescente que me permitiu ver mais detalhes. A vestimenta da entidade era de cor amarelo-mostarda, não tinha rugas, zíperes ou botões, e tinha um capuz na parte de trás da cabeça. Ele estava repetindo ‘Não tenha medo, você virá comigo, faremos uma longa viagem’ …

O ser então mexeu no pote por um momento e uma grande embarcação como “um pires invertido” se aproximou da água, aproximando-se até pairar bem na frente deles. Uma porta então se abriu e uma rampa se estendeu até eles, na qual a entidade gesticulou em direção à abertura. Ele se viu quase em transe ao entrar obedientemente na nave para encontrar uma jovem humana de cerca de 18 anos de idade, que também lhe disse para não ter medo e que o alienígena era seu amigo. Ela disse a ele que seu nome era Elena, e que ela também havia sido levada embora a bordo desta nave não muito antes. O ser então fez com que eles trocassem de roupa por uma espécie de macacão, e eles foram informados de que iriam para a água para atravessar o oceano para a África.

Farraudi afirma que, ao longo do caminho, eles pararam em uma imensa cúpula subaquática, que abrigava uma espécie de base, que lhe disseram ter o propósito de “recondicionar as naves”, e também foi informado que havia vários experimentos realizados aqui. De acordo com o alienígena, a Terra era uma espécie de zoológico, e que a maior parte da vida na Terra viera deles fazendo experimentos genéticos. Eles foram alimentados com uma espécie de ovos vermelhos, amarelos, marrons e verdes sem gosto, e depois foram colocados em uma espécie de macas e ambos caíram em um sono profundo. Ao acordarem, foi-lhes dito que o “resultado do teste” era bom. Eles foram informados de que suas glândulas pineais haviam sido “reativadas” e que isso os capacitaria a receber mensagens mentais dos alienígenas. Eles então receberam muitas informações sobre o planeta natal alienígena e como a nave funcionava, bem como várias reflexões filosóficas, e então Farraudi acordou de volta na praia onde havia começado, a princípio sem qualquer memória do que havia acontecido.

Esses casos são verdadeiramente bizarros e nos oferecem um raro vislumbre de uma área do fenômeno OVNI que sempre foi mais obscura e pouco coberta. Existem realmente tais OSNIs operando nos oceanos do nosso mundo? Esses seres têm bases no fundo do mar, conforme descrito em tais relatos, e eles ocasionalmente abduzem humanos da superfície, assim como os OVNIs mais tradicionais fazem? Ou seria tudo isso apenas imaginações e delírios das testemunhas?

É difícil dizer, mas quando olhamos para o fenômeno OVNI e abdução alienígena, talvez devêssemos não apenas olhar para o céu, mas também para as profundezas tenebrosas de nossos mares.

(Fonte)


Na verdade, pelos registros vindos de fontes muitas fontes, OVNIs e OSNIs são as mesmas coisas. Aparentemente essas naves têm a capacidade de cruzar diferentes mídias (espaço, atmosfera e água). O que realmente estão fazendo aqui é uma grande incógnita.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.