O projeto de preparar religiões para a descoberta de vida extraterrestre

O projeto de preparar religiões para a descoberta de vida extraterrestre

Você sabia que havia um projeto federal nos EUA que deu à NASA 1 milhão de dólares para preparar as religiões para a descoberta potencial de vida extraterrestre?

Na esperança de cortar enormes orçamentos federais, em 2017 o senador dos EUA Jeff Flake publicou um documento chamado Wastebook: PORKémon Go (um trocadilho com o então popular jogo para celular), listando vários exemplos do que ele acreditava ser dinheiro para gastos desnecessários.

Antes do Congresso, ele destacou um em particular que incluía US $ 1.000.000 para a NASA. O objetivo? Que a agência espacial ajudasse a preparar as religiões mundiais para o impacto que a descoberta de formas de vida extraterrestres teria.

O senador disse:

Precisamos mesmo gastar dinheiro com isso? Um ponto fundamental para os participantes foi definir o que era a vida. Grande parte da discussão centrou-se nessa questão, o que é a vida? Descobriu-se que a vida é algo extremamente difícil de definir.

Em junho de 2020, nossos amigos do The Black Vault enviaram uma solicitação sob o Freedom of Information Act (FOIA – Lei de Liberdade de Informação) solicitando os arquivos relativos a este projeto.

Abaixo você encontra o link para ver o que foi recebido do governo dos EUA (34 páginas, 21 MB, PDF):

Doação de US $ 1 milhão da NASA para preparar religiões para descoberta de vida extraterrestre

Humanidades Astrobiológicas

Para apresentar uma amostra do que o documento diz, àqueles que não sabem muito inglês, traduzimos alguns parágrafos que, no documento para download, encontram-se sob o subtítulo “Criando uma Nova Coorte de Estudiosos em Humanidades Astrobiológicas“:

Nos dois anos que durou o projeto – de 2015 a 2017 – o CTI (sigal em inglês para Centro de Investigação Teológica) conseguiu a transmissão satisfatória deste conhecimento científico a um grupo internacional de acadêmicos em teologia, ética, filosofia, antropologia e literatura, através de uma série de simpósios residenciais realizados em Princeton, New Jersey. Esses acadêmicos, em troca, mantiveram um diálogo interdisciplinar rigoroso sobre tópicos relevantes nas ciências e humanidades.

O resultado é que 25 acadêmicos seniores e 15 jovens de humanidades estão residindo no Centro, conversando com astrobiólogos visitantes sobre as implicações de seu trabalho para a sociedade e o futuro da humanidade.

Eles romperam com as especulações sobre civilizações extraterrestres, em um exercício para entender as últimas pesquisas sobre o assunto e o potencial do universo para hospedar vida além da Terra. Eles estão entre os pioneiros do que hoje podemos chamar de novo campo interdisciplinar das humanidades astrobiológicas.

(Fonte)


Mas será mesmo que é necessário gastar dinheiro com isso. Tomemos como exemplo essa “pandemia” que mudou totalmente a forma com que conduzimos nossos afazeres do dia-a-dia, e acatamos isso de forma muito passiva, com poucas exceções.

Penso eu que se amanhã viesse a notícia oficial de que existe vida extraterrestre, da mesma forma a humanidade se adaptaria.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.