Como a equipe russa localizou a “Atlântida” perto da Inglaterra

Tempo de leitura: 2 min.
Como a equipe russa localizou a "Atlântida" perto da Inglaterra
Uma equipe de russos planejava ir para o local próximo a Land’s End (Imagem: GETTY /GOOGLE)


A Atlântida tem sido o centro do debate há séculos, com pesquisadores impulsionando suas ideias com mais sugestões bizarras a cada ano, mas em 1997 um grupo de russos liderou a lista dos mais bizarros com uma expedição planejada a 160 quilômetros da costa de Land’s End (Inglaterra).

A ilha mítica foi descrita pela primeira vez pelo escritor grego Platão em seus textos ‘Timeu’ e ‘Critias’, considerado uma potência naval antagonista que sitiou a ‘Atenas Antiga’. Na história, Atenas repele o ataque atlante ao contrário de qualquer outra nação do mundo conhecido, supostamente dando testemunho da superioridade da Grécia antiga. A lenda termina com a Atlântida caindo em desgraça com as divindades e submergindo no que se acredita ser o Oceano Atlântico.

Por milhares de anos, os historiadores dedicaram suas vidas para tentar encontrar Atlântida, e nenhum deles prevaleceu.

No entanto, acontece que a suposta ilha submersa esteve escondida na costa da Cornualha o tempo todo depois que uma equipe do Instituto de Meta-História de Moscou disse ter encontrado Atlântida a 160 quilômetros de Land’s End.

Em 29 de dezembro de 1997, a BBC informou que o Instituto de Meta-História de Moscou lideraria uma expedição ao largo de Land’s End para encontrar Atlântida.

Depois de reler os textos de Platão, a equipe russa desconfiou que a ilha perdida estava localizada em Little Sole Bank, um banco de areia a sudoeste da Cornualha.

No entanto, foi relatado que eles não tinham fundos suficientes para participar da expedição e, portanto, os planos foram descartados.

Mas a ideia pode não ter sido tão estranha, afinal.

De acordo com o folclore da Cornualha, há uma cidade que afundou no oceano há séculos.

A lenda, imortalizada na poesia de Alfred Lord Tennyson, diz que a terra perdida de Lyonesse – ou Terra dos Leões – localizada perto de Land’s End, foi engolfada por um grande maremoto.

Era uma terra rica com cidades de bom tamanho e 140 igrejas e alguns dizem que foi onde o Rei Arthur lutou sua última batalha contra Mordred.

Dizem que Lyonesse foi engolida pelo mar em uma única noite, para nunca mais ser vista.

Desde então, os pescadores locais teriam puxado pedras dos prédios da cidade perdida em suas redes e, até hoje, os sinos das igrejas submersas há muito tempo podem ser ouvidos soando sob as ondas em noites calmas.

Outros dizem que as cúpulas e torres de Lyonesse podem ser vistas no mar, quando se está nos penhascos de Land’s End.

Em 2016, foi lançado um estudo de marés inspirado no mito.

O Projeto Lyonesse, que estudou o impacto da elevação do nível do mar nas ilhas de Scilly nos últimos 12.000 anos, foi publicado pelo Cornwall Council após sete anos de trabalho.

Desde meados do século XVIII, vestígios arqueológicos, incluindo paredes de pedra, foram descobertos abaixo do nível do mar nas ilhas de Scilly – que era uma grande ilha há 9.000 anos e comumente associadas à enigmática terra perdida de Lyonesse.

Charlie Johns, oficial de projetos de arqueologia da Cornwall Archaeological Unit, disse naquele ano:

Os novos dados mostram que o período de 500 anos entre 2500 AC e 2000 AC viu a perda de terra mais rápida em qualquer momento da história de Scilly – equivalente a perder dois terços de toda a área moderna das ilhas.

Depois disso, a taxa de mudança desacelerou. Por volta de 1.500 a.C., o padrão de ilhas estava se aproximando do de hoje, mas com a diferença dramática de uma vasta área intertidal de sapal no que agora é a lagoa interna das ilhas.

Muito disso teria permanecido como terra útil, especialmente para gado de pasto, e teria sido transitável com facilidade quase o tempo todo.

(Fonte)

Colaboração: MaryH


Foram inúmeras as vezes que diferentes equipes de pesquisadores alegaram ter encontrado Atlântida, e em diversos locais do mundo. O que realmente acontece é que há muitas estruturas artificiais humanas que afundaram ao longo dos milênios e nenhuma dessas encontradas pode ter sido a legendária ilha de Platão.

A prova cabal para qualquer uma dessas alegações ainda não apareceu.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.