General russo diz porque o Pentágono está estudando OVNIs

Tempo de leitura: 2 min.
General russo diz porque o Pentágono está estudando OVNIs

Nos próximos dias o Pentágono anunciará a criação de um grupo de trabalho ampliado para estudar objetos voadores não identificados – OVNIs ou “discos voadores” alienígenas, disse uma fonte do departamento militar dos EUA à CNN

Sistemas para coletar informações sobre OVNIs existem há muito tempo na Rússia

Os militares de todos os países sempre tiveram interesse em OVNIs, uma vez que eles percebem qualquer objeto incompreensível como um inimigo potencial. Nos Estados Unidos em 1947, um programa completo de pesquisa de OVNIs foi lançado. No início de 1970, ele foi fechado quando ficou claro que a maior parte dos objetos que foram inicialmente confundidos com veículos de alienígenas eram na verdade veículos de reconhecimento comuns ou fenômenos naturais na atmosfera mal estudados.

Existem serviços no exército russo que estudam OVNIs? E por que exatamente agora os americanos decidiram retornar ao tópico de objetos não identificados?

Estas perguntas foram respondidas pelo General-de-Brigada “MK” Vladimir Popov, chefe da Direção Federal de Busca e Resgate Aeroespacial do Ministério da Defesa da Federação Russa, um piloto militar homenageado da Rússia.

O General Popov disse:

Na Rússia ainda não foi anunciado oficialmente que qualquer centro de coleta de informações sobre OVNIs esteja funcionando, embora se saiba que, desde os tempos soviéticos, a Força Aérea sempre teve especialistas que coletavam informações sobre objetos não identificados, embora não os tenhamos chamado assim. Os dados foram resumidos simplesmente com base nos fatos que não eram imediatamente explicáveis ​​ou não podiam ser qualificados de forma inequívoca do ponto de vista militar.

Havia documentos e diretrizes que prescreviam: se houver algum fenômeno incompreensível no processo de observação do espaço aéreo – via de regra, eles estavam associados a fatores meteorológicos especiais – eles devem ser descritos com precisão e os dados enviados ao Quartel-General da Força Aérea. Fazíamos isso regularmente. A sede acima também contava com serviços que resumiam e processavam essas informações.

Porque os americanos voltaram repentinamente a este tópico é difícil dizer com certeza. Mas de vez em quando esse tópico sempre surge. Cerca de um ano atrás, Trump anunciou que eles estavam considerando tais fenômenos não identificados e deveriam sistematizá-los. Agora, talvez, isso seja devido a alguns eventos políticos, dos quais seria bom chamar a atenção de nossos cidadãos e da comunidade mundial, e ao mesmo tempo receber alguns dividendos…

Não excluo a possibilidade que o tópico dos OVNIs dê aos militares americanos a oportunidade de expandir a inteligência secreta. Escondidos atrás do estudo dos OVNIs, já nos anos do pós-guerra e especialmente nos anos 60-70 do século passado, os americanos realizaram atividades de inteligência ativas. É por isso que sempre fomos cautelosos com as alegações de OVNIs. Via de regra, mais tarde descobriu-se que o “aparato alienígena” era uma enorme sonda-balão com todos os tipos de equipamento espião. Não estávamos nem prontos para falar sobre isso naquela época, e os americanos já haviam lançado esses aparelhos. Costumávamos abatê-los e assim obter informações sobre eles.

É bem possível que o Pentágono, sob o pretexto de “pesquisa OVNI”, coloque instalações secretas de inteligência em algum lugar na Noruega, Polônia, Lituânia, Letônia ou Estônia. Em suma, mais perto de nossas fronteiras. Não sei o que dizer dos OVNIs, mas o Pentágono provavelmente não se importaria em vigiar nossos novos mísseis hipersônicos.

Não acho que hoje precisaríamos criar uma estrutura de OVNIs como a que os americanos afirmam. Elaboramos o esquema para estudar objetos incompreensíveis em princípio. Todas as informações deste tipo são levadas em consideração pelos nossos postos de comando e serviços de plantão. Ele é fixo e transmitido para cima. Mas como é estudado mais a fundo já não se trata tanto de militares, mas de cientistas.

(Fonte)


No final das contas, bem como não se pode confiar nas razões dadas pelos militares dos EUA quanto a essas e outras questões, muito menos se pode confiar no que os militares russos dizem, pois a cultura totalitária soviética de restrições e segredos ainda está muito enraizada naquela instituição militar.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.