Caso Sanduul: O que o relato de um visitante do OH tem a ver com caso de abdução e vídeo de OVNI no Rio de Janeiro

Tempo de leitura: 5 min.

Por PREDADOR

Nosso amigo, visitante do OH, Sanduul relatou a incrível experiência que teve com várias pessoas em um dia agradável na piscina da sua casa, em Curitiba. A descrição do objeto que eles viram me chamou a atenção, porque lembrei que já tinha visto algo bem similar em dois outros casos: uma provável abdução pesquisada pelo MUFON nos EUA e um vídeo gravado no Rio de Janeiro mostrando um OVNI preto.

1. Relato do Sanduul

Sanduul: Eu vi a 3 metros de mim, na verdade mais de 20 pessoas e ninguém tirou uma foto sequer. Nós não tínhamos câmeras digitais na época e na hora ninguém tinha também qualquer câmera…

A sonda é essa.. só que a sonda é como se fosse feito com único molde, não há dobras, na o há riscos, sem som, nada… lembra muito aqueles balão de festa de hélio aluminado…  tamanho quase de um carro.

Caso Sanduul: O que o relato de um visitante do OH tem a ver com caso de abdução e vídeo de OVNI no Rio de Janeiro

PREDADOR: O material refletia a luz do sol… Você pode ver que era de natureza metálica pela forma como refletia luz ou textura? Ele ficou algum tempo parado ou só fez descer e tornou a subir?

Sanduul: Ele ficou parado por uns 2 minutos sem se mexer ele não se movia, não estava flutuando, estava estático no ar e sem som algum. E aos poucos foi subindo aos céus sem ficar se orbitando…

Ele era metálico sim, parecia um alumínio polido mas sem muito brilho. Tenho certeza absoluta que era uma sonda. ou os ets eram super pequenos para caberem nesse baguio… e como mencionei ele tinha uma energia diferente pois todos nos sentimos quando um objeto se aproxima, mas no caso dessa sonda se nos não víssemos ele passaria despercebida por nós.

Spirit X:Muitos frequentadores daqui do OH, eu sei que não estão mentindo! Com o tempo, vamos conhecendo o perfil e a lucidez de cada um. O Sanduul, por exemplo, não diria algo assim se realmente não tivesse acontecido.

Este caso é extraordinário, assim como vários outros relatados aqui.
Fica a certeza de que existe de fato muita coisa que não é da nossa realidade. E acho pouco provável que seja tecnologia nossa.

Sanduul: Tenho testemunhas…rsrsrs apesar que ninguém tocou no assunto depois daquele dia. pareçe que esqueceram do evento. Eu não lembro mas o ano mas foi entre 2000, 2003 por ai, não tenho nenhuma prova física é claro, mas fica meu relato registrado , assim como registrei o caso no ex-site do CUB anos atrás.

Depois o Sanduul, respondendo à Jacqueline, comenta sobre o fato de que apesar do avistamento inusitado por todos, ninguém comentou por um tempo, como se ninguém tivesse visto algo fora do comum:

Sanduul: Estranho esse bloqueio né Jac… lembro na época que passou 1 semana e ninguém quis comentar o assunto…

Eu ate cheguei a falar com um que estava conosco “Idelbrando” o nome da criatura, nem ele que era mais experiente quis comentar mas concordou que viu algo diferente.. Vai passando os anos e vou esquecendo os nomes do povo que viu.. eu, minha mãe, Idelbrando e Rodrigo os adultos.. crianças um monte na piscina pois sempre fazemos atividades em dia quente na piscina… foi num sábado acho que lá pelas 15:00 ou por ai… céu aberto com poucas nuvens, dia bem quente… se não acreditarem não culpo ninguém por isso, mas estou com a consciência tranquila..

Bem, respondendo ao Sanduul, posso dizer que o que ele viu pode ser confirmado por outros dois casos. Então, pode sim ficar com a consciência tranquila….

2.  O Caso de Chris Bledsoe

Chris Bledsoe, seu filho Chris Júnior e três amigos estavam pescando em um rio da Carolina do Norte em 8 de janeiro de 2007.

Enquanto os outros estavam pescando, Bledsoe andou pela floresta em busca de vida selvagem. Desaparecido por horas, ele avistou três OVNIs que ele foi capaz de apontar para seus companheiros preocupados quando ele finalmente retornou ao local de pesca.

Assustados, eles largaram o equipamento de pesca e correram do rio, apenas para ver os objetos novamente enquanto se afastavam.

Mas o encontro de Bledsoe continuou mesmo depois que ele chegou em casa. Ouvindo seus cachorros latindo de maneira estranha, ele entrou no bosque do quintal e encontrou um ser alienígena, bem pequeno em estatura e de olhos vermelhos, que ficou imóvel apenas olhando para ele.

Nas semanas que se seguiram, Bledsoe lutou para recuperar memórias de tempo perdido e uma experiência completa de sequestro. Chris relatou o incidente à Mutual UFO Network (MUFON). Após uma entrevista inicial por pesquisadores de campo, o Diretor Internacional do MUFON decidiu falar com Chris pessoalmente.

Chris descreveu seu encontro incrível, que durou mais de quatro horas. Os seres na nave lhe disseram que aquele ser pequeno que ele viu na mata era uma “criança das estrelas”, era um hibrido filho de humanos com aliens e eles às vezes eram deixados no nosso planeta para brincar. Também disseram que a agenda das visitas alienígenas aqui é nos monitorar e observar.

Toda a experiência de Chris e a sua regressão foi gravada pelo MUFON. Apesar de Crhis não ter passado no teste no polígrafo (detector de mentiras), os investigadores não viram na testemunha uma pessoa que estava inventando algo. Talvez por conta de todo o estresse que Chris passou nas semanas seguintes a sua experiência, envolvendo conflitos com a sua esposa e até o medo de estar ficando louco como ele próprio conta, isso tenha influenciado nos resultados.

Na comunidade, Chris sempre teve uma ótima reputação, e por isso as pessoas acreditam na sua história. Ele foi piloto comercial de 1986 a 2005, e possuía uma empresa de construção premiada em Fayetteville. Foi indicado como Homem de Negócios do Ano em 2003. Além de ser mergulhador de resgate, antes das suas experiências ufológicas ele era um grande caçador, e ganhou reputação por ter matado um dos maiores ursos já registrados na Carolina do Norte. Mas desde os contatos alienígenas, ele afirma que abandonou definitivamente a atividade de caça.

Com o tempo, Chris aceitou isso com mais naturalidade, e acredita que viveu algo real. O incidente mudou totalmente a sua vida, e a sua visão do mundo. Nos oito anos desde seu primeiro encontro, Chris experimentou um relacionamento contínuo com os alienígenas. Como ele diz: “Os seres me ensinaram muito”.

(Fonte)

O relato de Chris Bledsoe sobre o objeto que ele viu se aproximar de algumas árvores foi retratado por computação gráfica durante as investigações do MUFON:

Caso Sanduul: O que o relato de um visitante do OH tem a ver com caso de abdução e vídeo de OVNI no Rio de Janeiro
Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=f6ejNvrpJek

Como se vê, o objeto é bem semelhante ao descrito pelo Sanduul com várias pontas ou apêndices.

3. O vídeo do Rio de Janeiro

O canal do Youtube Observadores Ovni Brasil postou um vídeo gravado em 17 de novembro de 2019 no bairro de Madureira. Infelizmente não consta o nome da testemunha.

Mas é possível observar que o objeto tem o mesmo estranho formato daquele descrito pelo Sanduul e também por Chris Bledsoe, embora Chris o tenha visto à noite e ele era luminoso enquanto que o que se vê no vídeo do Rio de Janeiro é preto e foi filmado durante o dia.

Caso Sanduul: O que o relato de um visitante do OH tem a ver com caso de abdução e vídeo de OVNI no Rio de Janeiro
Fotograma do vídeo postado pelo Canal Observadores Ovni Brasil

                       

Original aqui:

Na página do Youtube onde o vídeo foi postado, uma pessoa, Bruno Garcia, fez o seguinte comentário:

Conseguem o contato da pessoa que gravou o vídeo? Se eu pudesse trocar e-mails com a pessoa seria muito bom. Esse objeto é muito parecido com o que eu avistei há 20 anos, eu gostaria de mais informações sobre o padrão de voo do objeto e como ele sumiu do campo de visão.

Provavelmente, esses objetos com muitas pontas sejam sondas, embora no caso de Chris Bledsoe o avistamento envolveu algo mais do que um contato, pois foi abduzido. 

O interessante é que Sanduul em certo trecho dos seus comentários diz:

Tenho certeza absoluta que era uma sonda, ou os ets eram super pequenos para caberem nesse baguio [sic]… 

Se o objeto visto pelo Sanduul era do mesmo tipo visto por Chris Bledsoe, com base no que os aliens lhe disseram, talvez até não fosse uma sonda, mas uma nave mesmo tendo como ocupantes as “crianças das estrelas”… pequenas o suficiente para ocuparem essa nave.

Aqui já estou entrando no mundo das especulações, deixando a imaginação correr um pouco mais solta, mas…  em ufologia quando se pensa que nada mais espetacular vai aparecer então, logo ali, dobrando a esquina, algo ainda mais misterioso emerge no campo dos relatos e experiências de pessoas comuns que, em todo o mundo, por décadas, tem tido encontros com seres e tecnologias que demonstram que o fenômeno OVNI não é apenas estranho, mas muito mais estranho do que sequer possamos imaginar.

Se você teve alguma experiência ufológica ou conhece um caso envolvendo um amigo, familiar ou conhecido e não quiser falar abertamente aqui nos comentários do blog, escreva para o meu e-mail: guyana.luis@hotmail.com

Manterei sigilo se você o desejar.

– PREDADOR

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.