Sonda solar da ESA ‘acidentalmente’ passará pela cauda do cometa ATLAS

Nos próximos dias, a sonda da Agência Espacial Européia (de sigla em inglês, ESA) passará “acidentalmente” pela cauda do cometa ATLAS.

Sonda solar da ESA 'acidentalmente' passará pela cauda do cometa ATLAS
Cometa ATLAS em 28 de março. Imagem por Tim Connolly de Plattsburgh, NY – EUA

Os cientistas estão programando os instrumentos orbitais para aproveitar essa rara oportunidade e realizar um estudo.

O encontro da sonda com o cometa ATLAS não foi planejado – a sonda Solar Orbiter foi lançada em fevereiro para estudar de perto o Sol, concentrando-se principalmente nas regiões polares. Agora, sua missão foi temporariamente alterada para coletar o máximo de dados da poeira e caudas de partículas carregadas, à medida que são lentamente vaporizadas pela radiação solar.

A sonda passará 44 milhões de quilômetros do núcleo do cometa, encontrando a cauda de poeira em 6 de junho.

De acordo com especialistas da ESA, os voos pelas trilhas deixadas por um cometa foram gravados apenas seis vezes anteriormente, e cada vez bem depois do evento ter ocorrido e não antes e durante como nesta ocasião.

O magnetômetro da sonda pode detectar variações no campo magnético interplanetário causadas por interações com os íons da cauda do cometa. O analisador de vento solar, por outro lado, poderia capturar algumas das partículas carregadas para estudo. Por fim, o instrumento Plasma Radio and Wave pode detectar gás ou plasma com carga elétrica formada se os grãos de poeira do cometa forem vaporizados durante a passagem da sonda.

Günther Hasinger, diretor de ciências da ESA, informou:

Um encontro inesperado como este proporciona à missão um desafio único, mas é bom! Oportunidades como esta fazem parte da aventura científica.

As medições feitas desta vez ajudarão os especialistas a entender melhor como os cometas interagem com o vento solar.

O cientista Yannis Zouganelis, da ESA, concluiu:

Cometas próximos ao Sol, como o ATLAS, são fontes de poeira da heliosfera interna e, portanto, este estudo não apenas nos dará uma melhor compreensão do cometa, mas também do ambiente em torno de nossa estrela.

(Fonte)


n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.