web analytics

Campo magnético da Terra enfraquece: Satélites e naves com problemas

Compartilhe com a galáxia!
Ouça este artigo...
Tempo de leitura: 2 min.

Os cientistas estão descobrindo que o enfraquecimento do campo magnético está causando problemas técnicos para os satélites e naves espaciais, e parece estar aumentando em seus efeitos.

Campo magnético da Terra enfraquece: Satélites e naves com problemas
Auroras são causadas pelo campo magnético da Terra – que está misteriosamente enfraquecendo

O campo magnético da Terra, que é vital para proteger a vida em nosso planeta da radiação solar, está misteriosamente enfraquecendo.

Em média, o campo magnético do planeta perdeu quase 10% de sua força nos últimos dois séculos, mas há uma grande região localizada de fraqueza que se estende da África à América do Sul.

Conhecida como Anomalia do Atlântico Sul, a força do campo nessa área diminuiu rapidamente nos últimos 50 anos, assim como a própria área cresceu e se moveu para o oeste.

Nos últimos cinco anos, um segundo centro de intensidade mínima se desenvolveu a sudoeste da África, o que os pesquisadores acreditam indicar que a anomalia pode se dividir em duas células separadas.

A anomalia está causando dificuldades técnicas para os satélites que orbitam a Terra.

Os cientistas da Agência Espacial Europeia (ESA), do SWARM Data, Innovation and Science Cluster (DISC), estão usando dados da constelação de satélites SWARM da ESA para estudar a anomalia.

Os satélites são projetados para identificar e medir com precisão os diferentes sinais magnéticos que compõem o campo magnético da Terra.

O Dr. Jurgen Matzka, do Centro Alemão de Pesquisa em Geociências, disse:

O novo mínimo oriental da Anomalia do Atlântico Sul apareceu na última década e nos últimos anos está se desenvolvendo vigorosamente.

Temos muita sorte de ter os satélites Swarm em órbita para investigar o desenvolvimento da Anomalia do Atlântico Sul. O desafio agora é entender os processos no núcleo da Terra que impulsionam essas mudanças.

Uma especulação é que o enfraquecimento do campo é um sinal de que a Terra está caminhando para uma inversão de pólos – na qual os pólos magnéticos norte e sul oscilam.

Esse giro não acontece imediatamente, mas ocorreria ao longo de alguns séculos, durante os quais haveria vários pólos magnéticos norte e sul em todo o mundo.

A ESA informou:

Tais eventos ocorreram muitas vezes ao longo da história do planeta. Estamos muito atrasados ​​pela taxa média em que essas reversões ocorrem (aproximadamente a cada 250.000 anos).

As sondas SWARM da ESA estão sendo usadas para analisar a anomalia

Imagem:

Dito isto, a agência espacial também observou que a queda ocorrida no Atlântico Sul estava “bem dentro do que são considerados níveis normais de flutuação”.

Para as pessoas na superfície, é improvável que a anomalia cause qualquer alarme, mas os satélites e outras naves espaciais que voam pela área estão apresentando problemas técnicos.

Como o campo magnético é mais fraco na região, partículas carregadas do cosmos podem penetrar nas altitudes em que os satélites em órbita da Terra baixa voam.

A ESA acrescentou:

O mistério da origem da anomalia do Atlântico Sul ainda não foi resolvido. No entanto, uma coisa é certa: as observações do campo magnético do SWARM estão fornecendo novas e empolgantes percepções sobre os processos pouco compreendidos do interior da Terra.

(Fonte)


Já há tempos os cientistas vêm alertando a respeito da diminuição do campo magnético da Terra, mas ninguém sabe exatamente a causa disso, nem quando haverá uma inversão dos polos. Não seria de se espantar que isso ocorresse nesse ano maravilhoso de 2020🙄.

n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Importante: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Silas Raposo ||| Leopoldo Della Rocca ||| Ewaldo Neto ||| Danilo Tercariol ||| Egidia Leocadia ||| Lincon Vaneti ||| Felipe Mitraud ||| Paulo Sanchez

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portante aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code