Imprensa dos EUA fala sobre a suposta queda do OVNI de Magé

Tempo de leitura: 3 min.

Com toda a algazarra criada nas redes sociais, até mesmo a imprensa internacional está falando sobre o caso do suposto OVNI de Magé. Abaixo um artigo publicado no famoso site de notícias, vice.com:

Imprensa dos EUA fala sobre a suposta queda do OVNI de Magé
Foto do suposto OVNI de Magé não passa de uma luz desfocada, provavelmente de uma estrela.

Brasileiros no município de Magé, ao norte do Rio de Janeiro, relataram ter visto misteriosos objetos luminosos no céu na quarta-feira. Vários vídeos dos objetos foram postados no Reddit e no Twitter, provocando especulações incríveis sobre um OVNI acidentado que tem sido amplamente divulgado na imprensa brasileira.

Magé começou a tendência no Twitter na quarta-feira de manhã, quando várias pessoas começaram a compartilhar vídeos de luzes brilhantes no céu. Os vídeos mostram esferas azuis, vermelhas e amarelas se movendo pelo céu, e um vídeo mostra as luzes dispostas em uma formação triangular.

Embora os vídeos em si sejam curiosos, apesar de dificilmente evidenciarem algo de outro mundo, os entusiastas de OVNIs começaram a cair rapidamente na toca do coelho conspiratório quando postagens sobre o evento começaram a desaparecer no Twitter. Quando o evento começou a “reunir vapor digital”, a hashtag #MageUFO começou a crescer com posts e, de repente, desapareceu. Enquanto isso, na página do r/UFOs do Reddit, as publicações sobre os UFOs brasileiros também começaram a desaparecer. Reclamando, os usuários começaram a acusar o Twitter e os moderadores do subreddit r/UFOs de censura. O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Tópicos e comentários sobre os OVNIs foram excluídos do subreddit r/UFOs; em um post, um moderador disse:

Vejo muita estupidez neste tópico, então deixe-me esclarecer completamente: os mods aqui não censuram. Se um post for estúpido ou ofensivo, ele será removido. Se for uma farsa, nós a removeremos.

Esse moderador foi criticado nos comentários, com dezenas de redditores sugerindo que talvez o subreddit para OVNIs seja o lugar onde eles deveriam ter permissão para falar sobre um evento OVNI que teve milhares de testemunhas oculares e dezenas de vídeos postados. Enquanto isso, as pessoas que queriam discutir o evento mudaram-se para r/aliens.

Para piorar a situação, os usuários começaram a postar um link do Google Maps mostrando uma imagem de satélite de parte de Magé, sugerindo uma vasta conspiração e acobertamento do Google. A foto está abaixo, o que é lamentável para o Google:

Uma falha de imagem branca na forma de, bem, um disco voador, parece aparecer em uma área arborizada ao norte do Rio de Janeiro. As imagens de satélite do Google Maps não são atualizadas instantaneamente, é claro, então essa é uma imagem antiga. Um porta-voz do Google explicou à Motherboard o que está acontecendo aqui:

Nesse caso, o que as pessoas estão vendo nas imagens é um reflexo que está sobrecarregando temporariamente o sensor do satélite. Essencialmente, o Sol refletia na superfície daquele prédio no ângulo certo para cegar brevemente o satélite.

Este é um fenômeno bastante comum conhecido como saturação ou floração.

Enquanto a imprensa brasileira relata que ninguém denunciou esses objetos às autoridades locais, alegações de explosões e tiros altos, os militares brasileiros isolaram a área e o exército que prendeu qualquer pessoa que tentasse chegar perto do suposto local do acidente dominou o Twitter e o subreddit r/aliens.

Além da loucura típica da Internet, o Brasil tem sido um ponto de acesso de longa data para alguns incidentes de OVNIs bem interessantes. Em 1957, o jornalista Ibrahim Sued recebeu um envelope contendo pequenos pedaços de metal de uma fonte anônima, alegando que eram destroços [do OVNI] de Ubatuba, uma cidade balneária, onde um suposto OVNI havia caído. Embora não fossem de outro mundo, os fragmentos eram de magnésio altamente puro. Não está claro de onde o metal veio e ainda permanece um mistério.

A infame onda de OVNIs de Colares, de 1977, chegou às manchetes quando moradores da ilha de Colares começaram a relatar objetos estranhos no céu e ferimentos bizarros em seus corpos. Segundo o pesquisador e cientista da computação Jacques Vallee, vários indivíduos teriam sido mortos pelos objetos testemunhados na ilha. Relatos de radiação e queimaduras térmicas, além de cicatrizes estranhas, enchem o arquivo do governo brasileiro sobre o incidente. Após uma investigação formal, o governo concluiu que não encontrou evidências de fenômenos incomuns.

Um dos casos mais bizarros ocorreu em 1996, quando várias pessoas alegaram testemunhar uma estranha criatura alienígena perambulando pelas ruas da cidade de Varginha. Parecendo “o diabo”, o ser de cabeça grande e pele marrom, com 1,50 metro de altura, foi visto pela primeira vez por três meninas em uma tarde de janeiro. Vários outros avistamentos foram relatados, e até o Wall Street Journal publicou a história. Por mais bobo que pareça, ele ainda existe como um dos casos mais famosos do Brasil.

Enquanto este último incidente brasileiro de OVNI provavelmente se juntará a inúmeros outros mistérios de OVNIs que assombram os céus da América do Sul, os céticos argumentaram que as luzes sobre Magé eram simplesmente paraquedistas equipados com pirotecnia, lanternas chinesas ou drones.

(Fonte)


Infelizmente, pelo que tudo indica, e por mais que as pessoas queiram acreditar, o OVNI de Magé parece ter sido “o OVNI que não foi“.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.