web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Vida em Marte: Milhares de cogumelos são vistos em fotos da NASA

Tempo de leitura: 2 min.

Pesquisadores encontraram milhares de objetos semelhantes a cogumelos na superfície de Marte, de acordo com afirmações não verificadas publicadas em um jornal online.

Vida em Marte: Milhares de cogumelos são vistos em fotos da NASA

O planeta Marte já se assemelhou à Terra, com uma atmosfera espessa, águas superficiais fluindo e talvez até vida. Hoje, o planeta é um terreno desolado, com uma atmosfera fina e sem sinais visíveis de vida em sua superfície. Alguns cientistas estão convencidos de que Marte é o lar de organismos simples, semelhantes a cogumelos.

De acordo com um artigo controverso publicado no The Journal of Astrobiology and Space Science Research, a superfície de Marte está repleta de “milhares de formações semelhantes a líquen-cogumelo”.

Os supostos cogumelos de Marte foram fotografados pelos jipe-sondas Curiosity e Opportunity da NASA enquanto atravessavam o Planeta Vermelho.

As fotos mostram grupos de “bolas fofas” redondos que se projetam do chão.

Vida em Marte: Milhares de cogumelos são vistos em fotos da NASA

Os autores afirmaram que os objetos estão orientados para o céu, exibindo comportamentos típicos dos cogumelos.

Os autores também disseram que não há processos abiogênicos – não biológicos – que possam explicar sua presença.

Na sua opinião, os objetos são muito provavelmente biológicos.

No entanto, desde que o estudo foi publicado pela primeira vez em 2019, os autores revisaram suas reivindicações.

A pedido dos editores da revista, os autores observaram que as evidências apresentadas em seu artigo não provam conclusivamente sua hipótese.

Os pesquisadores escreveram:

É importante ressaltar que ainda não há provas definitivas de que sejam ou existam organismos vivos.

No entanto, não há processos ‘análogos terrestres’ que possam explicar a morfologia única e uniforme, tamanho, cor, hastes ocas finas e orientação coletiva em direção ao céu desses espécimes em forma de cogumelo, ou as flutuações sazonais e os aumentos e reabastecimentos do oxigênio marciano, além da biologia.

Que estes podem ser organismos vivos pode ser razoavelmente inferido através da referência a organismos terrestres análogos’; embora se eles estejam de fato vivos e biológicos seja desconhecido.

Para provar que esses organismos são vivos, seria necessária investigação adicional e exame, avaliação, extração e análise robótica.

Em seu estudo, os pesquisadores argumentaram que “não é provável” que objetos semelhantes a cogumelos sejam feitos de sal, areia ou qualquer outro material não biológico.

(Fonte)


É quase certo que a vida ainda existe em Marte, nem que seja microbiana, e esses objetos parecidos com cogumelos são mais uma indicação que a vida pode ser ainda mais complexa no planeta vermelho.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é produtos-OVNI-Hoje-1.jpg
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Loja-Nerd.jpg

Leitores OVNI Hoje ganham 10% de desconto em todos os produtos da Loja Nerd, inclusive nos produtos OVNI Hoje.

Use o cupom OVH10


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol