Vídeos de OVNIs “apenas arranham a superfície” do que o Pentágono sabe, diz ex-senador

Tempo de leitura: 3 min.

Ontem, foi publicado aqui no OH a notícia de que do Pentágono liberou oficialmente três vídeos que já haviam sido revelados ao mundo desde 2017/2018. Agora, o ex-Senador Harry Reid, que levantou o financiamento do projeto governamental para o estudo de OVNIs, se manifestou a respeito desta ação pelo Pentágono.

Vídeos de OVNIs "apenas arranham a superfície" do que o Pentágono sabe, diz ex-senador

O ex-senador pelo estado de Nevada, Harry Reid, disse na terça-feira (28) que os três vídeos de OVNIs divulgados pela Marinha dos EUA na terça-feira “apenas arranham a superfície” da pesquisa do Pentágono sobre OVNIs e que o governo deve considerar a possibilidade de divulgar mais informações ao povo americano.

Reid, senador por 30 anos e líder da maioria no Senado de 2007 a 2015, ajudou a criar o chamado “orçamento negro” para o programa de OVNIs do Pentágono, chamado Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (de sigla em inglês, AATIP), de acordo com uma investigação do The Nova York Times, de 2017, que revelou sua existência. O programa foi dirigido por Luis Elizondo, que compartilhou vídeos de OVNIs filmados pelos militares com o grupo de OVNIs do ex-cantor do Blink-182, Tom DeLonge, um dos fundadores da To the Stars Academy. Os vídeos, chamados GIMBAL, GOFAST e FLIR, circularam amplamente nos últimos três anos e foram finalmente publicados oficialmente pela Marinha na segunda-feira (27). Elizondo agora trabalha para a organização de DeLonge.

Reid twittou:

Estou feliz que o Pentágono finalmente estar divulgando essas imagens, mas isso apenas arranha a superfície da pesquisa e dos materiais disponíveis. Os EUA precisam dar uma olhada científica e séria sobre isso e a quaisquer implicações em potencial à segurança nacional. O povo americano merece ser informado.

A Motherboard e a Popular Mechanics relataram que os militares têm uma versão classificada do vídeo FLIR, que foi filmado na costa da Califórnia em 2004; Reid parece sugerir que existem muito mais arquivos e documentos.

Elizondo e outras autoridades do Pentágono disseram que o programa AATIP tem como objetivo identificar “fenômenos aéreos desconhecidos”, com a ideia de que aeronaves avançadas podem representar algum tipo de ameaça à segurança nacional. Enquanto muitas pessoas ouvem ‘OVNI’ e pensam imediatamente em ‘alienígenas’, o pensamento em grande parte da comunidade OVNI* é que o governo dos EUA e as forças armadas de outros países estão escondendo aeronaves furtivas altamente avançadas.

[*Ver comentário ao final do artigo sobre essa declaração.]

O vazamento desses três vídeos provocou um renascimento na ovnilogia/ufologia nos últimos anos, e suas liberações de forma oficial criou outra onda de interesse na pesquisa de OVNIs do governo. De fato, parece haver um movimento nesse espaço – no ano passado, os militares se associaram oficialmente à organização de DeLonge para estudar materiais ‘exóticos’, e mais detalhes foram surgindo lentamente sobre uma série de programas governamentais que estudavam OVNIs.

(Fonte)


O artigo acima menciona:

…o pensamento em grande parte da comunidade OVNI* é que o governo dos EUA e as forças armadas de outros países estão escondendo aeronaves furtivas altamente avançadas.

Essa é uma grande inverdade. Pessoas que realmente estudam o fenômeno OVNI com seriedade têm pleno conhecimento de que não só os OVNIs tem sido relatados deste nossa antiguidade, como também se algum governo deste nosso mundo tivesse aeronaves com as capacidades de voo reportadas pelas testemunhas desses avistamentos, esses armamentos hoje já estariam sendo utilizados nos conflitos bélicos ao redor do mundo, que não têm sido poucos.

Lembre-se, os vídeos “liberados” pelo Pentágono foram obtidos há bem mais de uma década, e ainda hoje os militares de todas as nações do mundo dependem de propulsão a jato e asas para sustentação de suas aeronaves.

Outra questão é que essa “estória” de que esses objetos podem apresentar uma ameaça à segurança nacional, pois podem ser aeronaves de nações inimigas, foi só um subterfúgio inventado pelos membros da To The Stars Academy, para forçar as agências governamentais dos EUA a revelarem o que sabem sobre OVNIs e liberarem as informações ao público. Uma vez que é levantada a possibilidade de ameaça à nação, os políticos, e consequentemente a população, deve ser informada… pelo menos isso é o que deve ocorrer numa democracia.

Em tempo, se a(s) inteligência(s) responsável(eis) pelos OVNIs quisessem mesmo nos aniquilar, já o teriam feito há muito tempo, antes mesmo que pudéssemos produzir armas nucleares. Mas é claro, isso não significa que elas sejam do bem e não querem nos conquistar, pois essa tal “conquista” já pode ter ocorrido há muitos séculos, e nós nem mesmo sabemos.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.