Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha

Tempo de leitura: 2 min.

Primeiramente, dois meteoros explodiram em camadas densas da atmosfera no intervalo de uma hora sobre a Bélgica. O primeiro foi detectada por quatro estações FRIPON por volta das 22h57 UTC, e o segundo foi capturado por três câmeras às 23h33 UTC em 1 de abril de 2020. Logo após, por volta das 01h52 UTC, em 2 de abril, outro meteoro varreu o céu da Alemanha, um país vizinho – pouco menos de duas horas depois.

Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha
Imagem meramente ilustrativa.

A rede calculou trajetórias para os dois eventos na Bélgica com base nos dados registrados e ambos aparentemente possuem rotas paralelas.

Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha

Várias câmeras da rede CAMS em Grafontaine também foram capazes de capturar meteoros. A BREMS também detectou esses eventos – no entanto, o primeiro deles causou um leve eco de meteoro superdenso, e apenas estações em Limburg e leste da Bélgica foram capazes de detectá-lo.

Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha

Os espectrogramas de ambos os eventos registrados pela estação Humain mostram que a primeira bola de fogo ecoou no meio e não era tão brilhante quanto a segunda.

Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha

Uma terceira bola de fogo explodiu no sul da Alemanha duas horas depois das duas bolas consecutivas sobre a Bélgica.

Três meteoros explodem na atmosfera sobre a Bélgica e a Alemanha
As câmeras AllSky6 em Seisdorf (esquerda) e Gahberg (direita) puderam tirar fotos deste evento.

Você acha que o número de meteoros que têm caído na Terra desde o início de 2020 é anormalmente frequente? Qual é a razão para isto? Quais são as razões para os enormes aglomerados de OVNIs voando pela Terra em enormes esquadrilhas? E o aumento dos avistamentos de OVNIs no céu da Terra? E todos esses eventos estão interligados?…

(Fonte)


O artigo acima continua com algumas testes a respeito do aparente aumento em atividade de meteoros e OVNIs nas últimas semanas. Contudo, essas teses são apenas especulações improváveis, as quais podem ser vistas abaixo:

Atenção: A matéria abaixo, publicada aqui como parte da missão do OH, não possui comprovação de veracidade das declarações nela apresentadas, podendo contradizer a ciência atualmente aceita e as crenças gerais difundidas na humanidade.

Existem duas opções para as possíveis causas do que está acontecendo.

1) No espaço sideral próximo à Terra, há uma verdadeira guerra espacial entre duas forças opostas: invasores – defensores. Naturalmente, a batalha vem para a Terra.

2) Um planeta errante está se aproximando do sistema solar ou já entrou nele. A versão mais famosa do Planeta X sugere a si mesma…

(Fonte)


Muitos dos avistamentos de OVNIs que têm sido relatados ultimamente são devido aos satélites Starlink, que pretendem fazer uma cobertura do nosso planeta com sinal de Internet. Estes avistamentos são caracterizados por uma série de luzes em fila no céu, se deslocando a certa velocidade. Contudo, alguns vídeos de luzes enfileiradas mostram essas luzes praticamente pairando no céu, o que elimina a possibilidade de serem esses satélites.

Seriam então tochas militares de sinalização, ou ainda os objetos de nossos estudos – os OVNIs reais?

Quem sabe não está nos contando.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.