Documentário irá explorar o incidente do OVNI de Rendlesham

Tempo de leitura: 2 min.

Dirigido por Adrian Frearson e produzido pela Chill Factor Films, o novo documentário “Codename Rendlesham” é o mais recente a explorar o mistério em andamento por trás do caso OVNI mais conhecido do Reino Unido.

Documentário irá explorar o incidente do OVNI de Rendlesham

A estranheza começou em 26 de dezembro de 1980, quando soldados americanos estacionados na Base da Real Força Aérea (RAF) Woodbridge testemunharam um objeto desconhecido descendo na floresta.

Ao investigarem, eles encontraram um objeto metálico brilhante que parecia se mover através das árvores quando se aproximaram. Quando voltaram no dia seguinte, encontraram três impressões triangulares no chão no mesmo local.

Em 28 de dezembro, o objeto apareceu pela segunda vez, levando o vice-comandante da base, tenente-coronel Charles Halt e um grupo de militares a se aventurarem na floresta para investigar. O que eles viram naquela noite iria assombrá-los pelo resto de suas vidas.

Halt disse:

Nossa equipe de segurança observou uma luz que parecia um olho grande, vermelho, movendo-se através das árvores. Depois de alguns minutos, esse objeto começou a pingar algo que parecia metal derretido.

Pouco tempo depois, lançou vários objetos menores de cor branca que voaram em todas as direções.

Ao longo dos anos, houve muito debate sobre o que o objeto poderia ter sido, com teorias que variam de uma espaçonave extraterrestre a um farol próximo.

No novo documentário, Frearson sustentará que o mistério se tornou tão arraigado na cultura popular que, como o rei Arthur e o monstro do lago Ness, ganhou status lendário.

Ele disse:

Agora pode ter sido um farol. Pode ter sido alguns fenômenos naturais. Isso não vem ao caso. Chegamos a um impasse.

Há quem só possa vê-lo em preto e branco – alienígenas ou pessoas do futuro vieram aqu. Ou é a versão cética – de que as pessoas estão mentindo ou foram enganadas por coisas comuns.

Quanto mais se torna elaborado, mais se torna uma lenda.

“Codename Rendlesham” deve ser lançado ainda este ano.

(Fonte)


O incidente de Rendlesham é realmente algo significativo, pois se não fosse, o governo do Reino Unido, que alegou já ter liberado todos seus arquivos de OVNIs, ainda não liberou nada a respeito deste que foi testemunhado por vários militares estadunidenses.

E a estória de que tenha sido “a luz de um farol” é apoiada somente por aqueles que têm muita vontade de ocultar a verdade sobre o caso, pois o farol sempre esteve lá e nunca foi confundido como sendo um OVNI. Aliás, uma das testemunhas, Jim Pennison, chegou a tocar no OVNI e posteriormente desenvolveu problemas de saúde que podem estar relacionados ao seu contato imediato.

Por que o governo do Reino Unido não libera os documentos sobre este caso? Qual é o medo?

n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:


_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.