Origem da vida ainda é mistério – Novo estudo lança mais luz

Tempo de leitura: 2 min.

Em um novo estudo – baseado em modelos biológicos e cosmológicos – os cientistas analisaram como os blocos de construção da vida poderiam se formar espontaneamente no universo – um processo conhecido como abiogênese.

Origem da vida ainda é mistério - Novo estudo lança mais luz
O RNA compartilha componentes químicos com o DNA e é um precursor essencial da existência da vida.

A origem da vida (abiogênese) ainda permanece um mistério que precisa ser resolvido um dia. Se há uma coisa certa no universo, é que a vida existe. Ela deve ter começado em algum momento, em algum lugar.

Mas, apesar de tudo o que sabemos da biologia e da física, os detalhes exatos sobre como e quando a vida começou, e também se começou em outro lugar, são amplamente especulativos.

Como a única vida que conhecemos é baseada na Terra, os estudos sobre as origens da vida se limitam às condições específicas que encontramos aqui.

Portanto, a maioria das pesquisas nessa área analisa os componentes mais básicos e comuns a todos os seres vivos conhecidos: ácido ribonucleico ou RNA. Essa é uma molécula muito mais simples e essencial do que o ácido desoxirribonucleico, ou DNA, mais famoso, que define como somos “montados”.

Mas o RNA ainda é ordens de magnitude mais complexo do que os tipos de produtos químicos que costumamos encontrar flutuando no espaço ou presos à face de um planeta sem vida. O RNA é um polímero, o que significa que é feito de cadeias químicas, neste caso, conhecidas como nucleotídeos.

Os pesquisadores acreditam que o RNA não inferior a 40 a 100 nucleotídeos é necessário para o comportamento auto-replicante necessário para a vida existir. Mas as estimativas atuais sugerem que um número mágico de 40 a 100 nucleotídeos não deveria ter sido possível no volume de espaço que consideramos o universo observável.

O professor Tomonori Totani, do Departamento de Astronomia da Universidade de Tóquio, disse:

No entanto, há mais no universo do que o observável. Na cosmologia contemporânea, concorda-se que o universo passou por um período de inflação rápida, produzindo uma vasta região de expansão além do horizonte do que podemos observar diretamente. A inclusão desse volume maior em modelos de abiogênese aumenta enormemente as chances de ocorrência da vida.

De fato, o universo observável contém cerca de 10 sextilhões (1022) de estrelas. Estatisticamente falando, a matéria em tal volume só deve ser capaz de produzir RNA de cerca de 20 nucleotídeos. Mas calcula-se que, graças à inflação rápida, o universo possa conter mais de 1 googol (10100) de estrelas e, se for esse o caso, estruturas de RNA sustentadoras da vida mais complexas são mais do que prováveis; elas são praticamente inevitáveis.

Totani disse:

Como muitos nesse campo de pesquisa, sou movido pela curiosidade e por grandes perguntas. Combinar minha investigação recente sobre química de RNA com minha longa história de cosmologia me leva a perceber que há uma maneira plausível do universo ter passado de um estado abiótico (sem vida) para um estado abiótico.

Trata-se de um pensamento emocionante e espero que a pesquisa possa se basear nisso para descobrir as origens da vida.

(Fonte)


Se a vida não existir fora da Terra, seria um enorme desperdício de “terreno”, e a criação não desperdiça nada.

n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:


_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.