Estrela Betelgeuse não só está escurecendo, mas também está mudando de forma

Tempo de leitura: 2 min.

Betelgeuse, uma estrela supergigante vermelha localizada a cerca de 700 anos-luz de distância na constelação de Orion, vem diminuindo seu brilho nos últimos meses. Mas agora, os astrônomos descobriram que também está mudando de forma.

Estrela Betelgeuse não só está escurecendo, mas também está mudando de forma

Em uma nova imagem capturada com o Very Large Telescope (VLT) do Observatório Europeu do Sul, os astrônomos capturaram o quanto a estrela diminuiu em comparação com uma foto tirada no final do ano passado. E quando viram as imagens do antes e depois, perceberam que Betelgeuse também mudou de forma.

O escurecimento de Betelgeuse, que começou no final de 2019, é perceptível até a olho nu. A estrela, que costuma ser uma âncora popular para os observadores, atualmente possui apenas cerca de 36% de seu brilho normal.

A grande questão em torno de Betelgeuse é se esse desbotamento é um sinal de que a estrela se tornará uma supernova em breve. Um dia, a supergigante vermelha explodirá, mas os cientistas ainda não pensam que isso esteja acontecendo.

Miguel Montargès, um astrônomo que estuda Betelgeuse com o VLT, informou em um comunicado de imprensa:

Obviamente, nosso conhecimento de supergigantes vermelhas permanece incompleto, e este ainda é um trabalho em andamento. Portanto, uma surpresa ainda pode acontecer.

Uma resposta exata para quando Betelgeuse se tornará supernova ainda permanece incerta, mas depois que a estrela explodir, há uma boa chance dela se tornar uma estrela de nêutrons. Há uma pequena possibilidade de se tornar um buraco negro, mas as chances são pequenas.

Por enquanto, o futuro de Betelgeuse permanece um mistério.

(Fonte)


Realmente, uma mudança de forma é algo muito interessante e enigmático. Já imaginaram nosso Sol mudando sua forma?

De qualquer maneira, a estrela Betelgeuse já pode ter explodido e ainda não sabemos, pois ela está a 700 anos-luz daqui. Isso significa que aquilo que vemos agora, como sua diminuição de brilho e mudança de formato, já ocorreu 700 anos atrás.

Vamos ficar de olho no céu por mais esta razão.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.