Youtuber publica especiais de aniversário de 24 anos do Caso Varginha

Tempo de leitura: < 1 min.

Em 20 de janeiro passado, foi o aniversário de 24 anos do Caso Varginha, quando supostos ETs (sim, pode ter sido mais que um) desceram naquela cidade de Minas Gerais (Brasil) e teriam sido capturados pelos militares.

Youtuber publica especiais de aniversário de 24 anos do Caso Varginha

E como não podia deixar de ser, o incansável ufólogo João Marcelo publicou sem seu canal do YouTube uma série de vídeo nos últimos dias trazendo mais informações sobre este que foi um dos eventos mais interessantes da ufologia mundial.

Assista os vídeos abaixo, e se já não estiver inscrito, se inscreva no canal João Marcelo, onde ele sempre trás novidades sobre a ovnilogia/ufologia e principalmente vídeos legendados para o português de ocorrências internacionais.

Especial Vanguarda FM:

Reportagem especial Record do Caso Varginha, 24 anos:

E abaixo, uma entrevista contraditória com o então Soldado Ricardo De Melo, motorista do comboio dos caminhões que teriam sido envolvidos no caso:

Tenha o caso envolvido um ET ou qualquer outra “anomalia”, seja o que for que disserem, todos os eventos que ocorreram naquele dia de 1996 indicam que algo anômalo transcorreu na cidade de Varginha, e há muitas mais testemunhas que comprovam os fatos do que o contrário.

Qual é a sua opinião sobre o caso?

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.