Nem todo o OVNI / UFO é extraterrestre

Tempo de leitura: 2 min.

O ovniólogo/ufólogo indiano SABIR HUSSAIN, publicou um artigo no deccanchronicle.com há algum tempo, mas que ainda é de grande interesse aos nosso leitores:

Recebo muitos telefonemas e e-mails de leitores que querem compartilhar suas experiências de avistamentos de OVNIs comigo. Para seu benefício, gostaria de explicar algumas coisas sobre avistamentos de OVNIs.

De todas as fontes de informação que recebemos sobre OVNIs, os relatos de testemunhas oculares são os mais numerosos. Mas temos que ser muito cuidadosos quando lidamos com eles, pois eles também são os mais equivocados.  Só porque você viu algo voando no céu que não possa identificar, não significa que seja um disco voador de outro mundo. Como Friedman aponta, todos os OVNIs – Objetos Voadores Não Identificados – não são Discos Voadores, mas todos os Discos Voadores são OVNIs.

Desde que o fenômeno dos OVNIs começou na década de 1940, cientistas altamente qualificados, como o físico nuclear Stanton Friedman, Dr. James McDonald, Dr. James Harder, Dr. Allen Hynek e o engenheiro da NASA Dr. Paul Hill, têm analisado e quantificado de forma científica estes avistamentos de OVNIs, e fornecido explicações para eles.  Avistamentos de OVNIs podem ser categorizados em três grupos.

Categoria de informação insuficient

Esta categoria lida com casos onde as pessoas relatam que viram um OVNI há muitos anos ou décadas após o incidente ter ocorrido. Um cavalheiro me telefonou de Bangalor para informar que em 1969 ele havia visto um OVNI. Se ele estava contando a verdade ou não é algo imaterial; o fato é que ele não lembrava a data ou hora corretas, e nem forneceu evidência corroborativa. Não há muito que possa ser feito com estes casos.

Categoria OVI – Objetos Voadores Identificáveis

Nesta categoria há informações suficientes para cientificamente examinar o avistamento de OVNI por autoridades competentes e revelar se o OVNI avistado pode ter sido fenômenos astronômicos, tais como os planetas Vênus, Júpiter, Marte, satélites artificiais, meteoros, cometas; ou fenômenos atmosféricos como a Aurora Boreal/Austral, raio globular, reflexos de neblina ou balões dirigíveis de propaganda, nuvens, rastros deixados por aviões, tochas de magnésio, pássaros migrando, papel, lixo, pipas, bando de insetos, folhas, fogos de artifício, gás do pântano, reflexos na janela, luzes de automóveis, faróis, veículos não tripulados, aeronaves militares experimentais, satélites reentrando a atmosfera e lançamento de foguetes. E finalmente há os relatos de avistamentos de OVNIs de pessoas que sofrem com ilusões paranoicas, imaginações férteis, falsos avistamentos e aqueles que querem atrair a atenção.

Categoria de Desconhecidos ou Discos Voadores

Esta categoria é a que lidamos com o fenômeno real dos Discos Voadores. Ela lida com objetos vistos no céu ou no solo, os quais não podem ser conectados ou identificados com quaisquer exemplos mencionados na categoria dos OVIs – Objetos Voadores Identificáveis. O aspecto mais importante desta categoria é que os relatos são feitos por observadores muito competentes e confiáveis, como pilotos altamente treinados – tanto militares quanto civis – operadores de radares, comandantes de bases de mísseis nucleares, generais, astronautas, policiais, autoridades governamentais do alto escalão, jornalistas e cientistas bem conhecidos.

O padrão de voo destas naves claramente prova que elas são produtos de uma inteligência mais avançada. Por exemplo, em somente uma fração de um segundo elas podem cobrir uma distância de 10 quilômetros. Elas frequentemente exibem a habilidade de voar direto para cima e pairar no ar, e ir para frente e para trás sem emitir nenhum som. Em alguns incidentes, através do uso de algum tipo de Pulso EletroMagnético (PEM) elas são capazes de desabilitar os mecanismos de lançamento de mísseis num avião caça (Teerã, 1976) e de misseis nucleares em bases estadunidenses (Montana 1966 e 1975).

Se alguém estiver interessado em saber a verdade sobre o fenômeno dos OVNIs, então esta pessoa deve estudar a categoria de OVNIs ‘Desconhecidos’, nos seis Estudos Científicos conduzidos sobre assunto desde 1948, cinco nos Estados Unidos e um na França.  Através de suas análise científica, podemos obter uma figura clara do fenômeno dos OVNIs.

(Fonte)


n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.