Explosão de onda gravitacional é detectada perto da estrela Betelgeuse

Tempo de leitura: 3 min.

A estrela Betelgeuse diminuiu seu brilho recentemente, levando alguns a se perguntarem se ela está prestes a explodir. Uma explosão pode desencadear uma explosão de ondas gravitacionais.

Explosão de onda gravitacional é detectada perto da estrela Betelgeuse
As ondas gravitacionais são ‘ondulações’ no espaço-tempo causadas por alguns dos processos mais violentos e energéticos do universo. Imagem via LIGO.

Betelgeuse ainda está lá. A onda gravitacional próxima, provavelmente, não significa nada para esta estrela. Ainda assim … Compartilhar é se importar!

Os detectores do Interferômetro a Laser do Observatory Observatório de Ondas Gravitacionais (de sigla em inglês LIGO) e detectores Virgo registraram uma “explosão” de ondas gravitacionais nesta semana, de uma área do céu perto da supergigante vermelha Betelgeuse. Essa explosão inesperada foi apelidada, por enquanto, de S200114f. Isso está provocando algumas conversas interessantes no Twitter, porque Betelgeuse sofreu um escurecimento incomum nas últimas semanas, e alguns entusiastas da astronomia se perguntaram se ela estava prestes a explodir.

Betelgeuse não explodiu. Ainda está lá. Ainda assim, uma explosão de Betelgeuse na supernova pode estar ligada a uma explosão gravitacional de ondas.

Como Jackson Ryan explicou na CNET, na noite retrasada (14 de janeiro de 2020):

As ondas gravitacionais que detectamos até agora geralmente se relacionam a eventos cósmicos extremos, como dois buracos negros em colisão ou estrelas de nêutrons finalmente se fundindo após serem apanhados em uma espiral da morte. As ondas gravitacionais de explosão não foram detectadas antes e os cientistas supõem que possam estar ligadas a fenômenos como supernovas ou rajadas de raios gama, produzindo um pequeno ‘pop’ quando detectados pelos observatórios.

O astrônomo Andy Howell, no Observatório Las Cumbres, lidera um grupo que estuda supernovas e energia escura. Ele postou alguns tweets especialmente informativos sobre Betelgeuse na noite passada.

TWF vá lá fora pra conferir se Betelgeuse ainda está lá (eu recém o fiz, ela está).

Para o registro, eu sei que pode levar horas para que o choque chegue à superfície. Não mencionei isso inicialmente, porque não queria que as pessoas que ficassem acordadas a noite toda para assistissem a Betelgeuse. Eu estava brincando principalmente (mas fui para fora porque não resisti).

Como Andy disse em um dos tweets acima, os detectores de ondas gravitacionais às vezes detectam falsos positivos, aproximadamente uma vez a cada 25 anos. Então isso é algo para se ter em mente.

O mais importante a ter em mente é que Betelgeuse não explodiu. As estimativas sugerem que não explodirá em nossas vidas … provavelmente.

O que é tão bom aqui é a maneira como os astrônomos – algumas das pessoas mais curiosas da Terra – reagiram, voltando sua atenção e seus telescópios para Betelgeuse e para a região do céu de onde aparentemente as ondas gravitacionais se originaram. O que está acontecendo? O veredicto ainda não chegou. Provavelmente nada. Ainda assim, muitos no Twitter ontem à noite falaram em sair para olhar Betelgeuse. Seu entusiasmo e entusiasmo são contagiosos!

O que é tão bom aqui é a maneira como os astrônomos – algumas das pessoas mais curiosas da Terra – reagiram, voltando sua atenção e seus telescópios para Betelgeuse e para a região do céu de onde aparentemente as ondas gravitacionais se originaram. O que está acontecendo? O veredicto ainda não chegou. Provavelmente nada. Ainda assim, muitos no Twitter anteontem à noite falaram em sair para olhar Betelgeuse. Seus entusiasmos são contagiosos!

Explosão de onda gravitacional é detectada perto da estrela Betelgeuse
Fotos da Comunidade EarthSky. | Brian Ottum gentilmente forneceu essa comparação direta de Betelgeuse há alguns anos atrás e de Betelgeuse nas últimas semanas. Você pode ver que a estrela esmaeceu visivelmente. Brian escreveu: “Esquerda é fevereiro de 2016. Direita é 31 de dezembro de 2019. Observe que o brilho / aparência de todas as estrelas de fundo são idênticos à esquerda versus à direita, mas Betelgeuse é definitivamente mais fraca à direita.” Obrigado, Brian!

Resumindo: os detectores LIGO e Virgo registraram esta semana uma “explosão” de ondas gravitacionais, de uma área do céu perto da supergigante vermelha Betelgeuse, que recentemente sofreu um escurecimento misterioso. Hummmmmm.

(Fonte)

Colaboração: Fábio Ribeiro


Vamos ficar e olhos no céu, pois uma supernova deve ser algo inesquecível. Aliás, devido à distância que Betelgeuse está da Terra, aproximadamente 700 anos luz, se ela já explodiu, ainda não vimos, pois sua luz demora este tanto de anos para chegar até aqui. Assim, o dia que vermos uma supernova da ex-estrela Betelgeuse no céu, lembre-se que isso aconteceu 700 anos atrás.

n3m3

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PESSOAS MISTERIOSAS COM OSSOS INQUEBRÁVEIS

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.