Elizondo diz porque o Pentágono continua mudando sua história sobre OVNIs

Tempo de leitura: 3 min.

Um dos temas repetidos que encontramos na nossa cobertura da história em andamento do Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP) e a busca de informações sobre OVNIs é a desconexão entre o que a To The Stars Academy (TTSA) disse sobre Luis Elizondo e o que o Pentágono tem a dizer sobre ele.

Por Jazz Shaw

Elizondo diz porque o Pentágono continua mudando sua história sobre OVNIs
Luiz (Lue) Elizondo.

Se você perguntar à TTSA, ao Harry Reid (senador que solicitou o programa inicialmente) ou ao próprio Elizondo, ele mesmo gerenciou o programa. Se você perguntar ao Pentágono, especificamente sua porta-voz Susan Gough, Elizondo não tinha “tarefas atribuídas” na Agência de Inteligência de Defesa e não estava envolvido com o AATIP.

Então, o que há com essa desconexão? É uma pergunta que eu fiz desde o início ao pesquisar esse assunto e nunca encontrei uma resposta convincente. E o fato do próprio Elizondo nunca ter se apresentado para defender suas declarações fez com que parecesse ainda mais estranho. Mas agora ele quebrou o silêncio. Em uma entrevista com John Greenewald no The Black Vault, Elizondo aborda essa questão e muitas outras.

Não há documentação nova saindo desta entrevista (pelo menos ainda não), mas pelo menos conseguimos ouvir o lado dele da história. Vou incluir alguns trechos mais interessantes da entrevista aqui, mas se você tiver algum interesse no assunto, sugiro que você leia tudo por si mesmo.

Primeiro de tudo, o que Elizondo diz que seu papel no AATIP foi?

Como a pessoa de classificação sênior no programa AATIP, fui responsável por garantir as operações eficientes e eficazes de todo o esforço. No entanto, para ser justo, o trabalho de leão foi realizado pelos homens e mulheres de destaque que tínhamos trabalhando no programa. Meu trabalho era principalmente afastar as distrações para que o resto da equipe pudesse fazer seu trabalho. Em essência, meu trabalho era pegar as balas proverbiais para que nosso pessoal pudessem fazer seu trabalho sem distração. Não é um papel incomum para a pessoa sênior em qualquer programa assumir. Isso inclui lutar por recursos, apoio e pessoal.

Então, se esse é o caso, como o Pentágono entendeu a história de forma tão errada? Por que Susan Gough continua insistindo que ele não estava envolvido? Elizondo menciona que ficou quieto sobre isso no passado, principalmente porque ele foi ameaçado de ter sua habilitação de segurança retirada quando saiu pela primeira vez com a TTSA, e ele não quer perdê-la. Mas agora ele sente que precisa esclarecer as coisas.

Emocionalmente, foi muito decepcionante, mas não surpreendente. Existem elementos no Pentágono que estão seriamente chateados comigo por me ‘desmembrar’ aos olhos deles. No entanto, estão em andamento esforços para isolar e expor esses indivíduos e responsabilizá-los. Estou muito otimista de que 2020 será resolvido. Não posso entrar em grandes detalhes sobre nossa estratégia apenas porque ela ainda não foi finalizada. Acho que é uma vingança de alguns no Pentágono, mas acho que todos saberemos o verdadeiro motivo este ano.

Portanto, este poderia ter sido um caso de registros perdidos e informações perdidas, como sugeriu Gough em seu recente ‘esclarecimento’. Ou pode ser que o Pentágono esteja mentindo deliberadamente e conscientemente sobre Elizondo. Ele está indo com a última explicação, chegando ao ponto de descrever essas afirmações contraditórias como sendo potencialmente “uma tentativa deliberada de confundir, obstruir e ocultar a verdade”. E, dada a relação bastante casual do Pentágono com a verdade sobre esse assunto, como nós discutimos aqui com frequência, não é tão difícil de acreditar nisso.

Perto do final da entrevista, Elizondo deixa uma dica fascinante para nós sobre quantas evidências adicionais o governo possui e se vamos vê-las. Ele se refere à recente admissão da Marinha de que há pelo menos mais um vídeo do encontro “tic tac” (algo que o Pentágono negou repetidamente) e menciona o seguinte. (Atente-se para o que está em negrito.)

Estou feliz com o fato de recentemente alguns ex-oficiais da Marinha terem saído e admitido que havia mais vídeos e maior duração. Infelizmente, não me é permitido elaborar, mas o fato do governo finalmente reconheceu isto, me faz sentir um pouco justificado. Além disso, a admissão da Marinha sobre a realidade dos UAPs [OVNIs] (embora possa ser russa ou contraditória) e o fato de estarem criando novas políticas para que nossos bravos pilotos homens e mulheres possam relatar esses incidentes é definitivamente um passo na direção certa. Não tenho certeza se posso receber crédito por isso, mas gosto de pensar que tive um pequeno papel nisso.

Elizondo ainda está sob um NDA (sigla em inglês para Non-Disclosure Agreement, ou Acordo de Não Revelação) e não quer perder a autorização, então não pode dizer mais nada. Mas talvez ele tenha deixado escapar algo importante aqui, mesmo que inadvertidamente. No início da entrevista, ele faz referência a “milhares de documentos” relacionados ao programa que ainda não foram aprovados para liberação. E agora, em vez de falar sobre mais um vídeo, ele diz “vídeos” … plural.

Quando escrevi sobre a revelação da existência desse vídeo mais longo, observei que a solicitação FOIA (Lei da Liberdade de Informação) que levava a essas informações era muito restrita a qualquer evidência de um local específico (a área de treinamento do grupo de batalha Nimitz) durante um período específico de seis dias. Como eu disse então, os militares nunca lhe dão mais do que você pediu especificamente ao responder a uma solicitação de FOIA. Portanto, provavelmente há um grande número de vídeos em sua posse que eles estão tentando desesperadamente manter em sigilo.

Se Elizondo é quem ele diz ser (e Harry Reid e muitos outros o apoiam nisso), ele estaria em posição de saber. E se ele está confiante de que a barragem vai quebrar este ano e mais será divulgado, essa poderia ser a primeira indicação semioficial de que o desacobertamento, “com D maiúsculo” real está a caminho. Cruze seus dedos, porque eu sei que muitos de nós gostariam seriamente de algumas respostas e algumas verdades vindas do Pentágono.

(Fonte)

Colaboração: Marcelino


Verdades vindas do Pentágono sobre o fenômeno dos OVNIs? …Dificilmente.

Quando se trata da palavra de Elizondo contra a dos marionetes do Pentágono, sem dúvida, fico com Elizondo até o fim. A não ser, é claro, que tudo isso seja parte de um “grande jogo”, e ambos jogam para o mesmo lado.

De qualquer forma, o tempo é o senhor da verdade e, mais cedo ou mais tarde, ela aparecerá.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.