ESA lança CHEOPS – Missão: “Estamos sozinhos?”

Tempo de leitura: 2 min.

“CHEOPS elevará a ciência dos exoplanetas a um nível totalmente novo”, disse Günther Hasinger, diretor de ciência da Agência Espacial Europeia – ESA sobre o mais novo telescópio orbital do mundo, cujo nome significa “CHaracterising ExOPlanet Satellite” (Satélite de Caracterização de Exoplanet), lançado na manhã de quarta-feira (18), a bordo de um foguete Soyuz-Fregat, a partir do espaçoporto europeu em Kourou, Guiana Francesa.

ESA lança CHEOPS - Missão: “Estamos sozinhos?”

Essa foi a segunda tentativa de lançamento, depois que a primeira de terça-feira foi adiada e alguns equipamentos foram substituídos.

O satélite – cuja missão é examinar estrelas já conhecidas por hospedar exoplanetas esperançosamente habitáveis, concentrando-se em estrelas com exoplanetas que variam entre a massa da Terra e a de Netuno – circulará a Terra ao longo do terminador, a divisão entre dia e noite abaixo, com sua câmera permanentemente apontada para longe do Sol, em direção à escuridão.

O CHEOPS observará estrelas brilhantes que já são conhecidas por hospedar planetas, medindo mudanças minúsculas de brilho devido ao trânsito do planeta pelo disco da estrela. A missão, relata a ESA, terá como alvo planetas do tamanho de Terra para Netuno e fornecerá informações sobre o caráter dos planetas: ou seja, se forem rochosos, gasosos, gelados ou talvez portos. Este é um passo crítico para entender a natureza dos planetas além do nosso próprio Sistema Solar.

O satélite compartilhou a viagem ao espaço com o satélite Cosmo-SkyMed Second Generation da agência espacial italiana e três CubeSats: OPS-SAT da ESA e os satélites EYE-SAT e ANGELS da agência espacial francesa CNES.

Milhares de exoplanetas foram descobertos nas últimas três décadas, relata Dennis Overbye do New York Times, por astrônomos como Michel Mayor e Didier Queloz, da Universidade de Genebra, que receberam o Prêmio Nobel este ano e descobriram o primeiros exoplanetas conhecidos a partir de telescópios na Terra, usando o método de oscilação. O Dr. Queloz estava presente no lançamento.

Kate Isaak, a cientista do projeto da missão, disse:

O CHEOPS nos ajudará a revelar os mistérios desses mundos fascinantes e nos levará um passo mais perto de responder a uma das perguntas mais profundas que os humanos ponderam: estamos sozinhos no Universo?

(Fonte)


E, uma curiosidade, a palavra Cheops em inglês é traduzida para o português como Quéops. Sim, o faraó egípcio cujo nome foi dado à Grande Pirâmide do Egito.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.