Um novo protocolo para contato extraterrestre

Tempo de leitura: 2 min.

Um novo protocolo em caso de contato extraterrestre foi desenvolvido com a intenção de se adaptar aos nossos dias, deixando para trás o oficial criado em 1989.

Um novo protocolo para contato extraterrestre

A primeira ‘regra’ criada no mundo, no caso de qualquer astronauta ou pessoa comum ter contato com um ser extraterrestre, foi criada em 1967.

Esta dizia que qualquer contato deveria ser notificado às Nações Unidas, independentemente do país em que está localizado ou da origem do visitante.

Outras medidas foram adicionadas desde então, como o cenário de quarentena dos ‘astronautas visitantes’, a fim de evitar possíveis bactérias que puderem colocar em risco a humanidade. Ou que os alienígenas devam respeitar as regras e normas que já existem anteriormente na Terra.

No entanto, muito tempo se passou desde que se tornou oficial em 1989, quando o SETI, a organização destinada a buscar vida extraterrestre, compilou todos os passos a seguir em caso de encontrarmos formas de vida fora do nosso planeta.

Nesse manual, algumas etapas foram mudadas como prioridade, como a primeira, onde sobressai o estudo científico do avistamento e a subsequente avaliação das evidências, para confirmar que, de fato, trata-se de vida extraterrestre.

Então, como aprovado em 1967, há uma notificação imediata às Nações Unidas e, obviamente, às autoridades locais como prevenção.

Então, como esperado, em último lugar aparece “informar o restante da humanidade sobre o contato”.

Segundo o SETI, isso foi feito dessa maneira para impedir que as informações e rumores sem fundamento vazassem.

Entretanto, Duncan Forgan, astrofísico da Universidade de Saint Andrews na Escócia, aparece como co-autor de um novo protocolo criado com base em um único argumento: o antigo não serve mais.

Segundo ele, na era da Internet, esses protocolos rígidos não têm lugar e o ideal seria a criação de um blog oficial, onde seriam divulgadas todas as informações que aparecerem no decorrer das investigações.

Forgan argumenta que o público deve conhecer os resultados dos estudos do SETI, se a vida inteligente foi ou não encontrada, e que cada pessoa a interprete à sua maneira. Isto pensando que, de uma maneira ou de outra, as informações serão filtradas.

A ideia é exatamente esta: evitar especulações, informações falsas e vazamento de informações que possam ser mal interpretadas.

(Fonte)


Uma coisa é certa: se alguma notícia oficial aparecer a respeito de um contato com alienígenas, a notícia se alastrará como fogo na mata seca. Nenhuma entidade poderá ter o controle das informações.

A única forma para isto não acontecer é não anunciando oficialmente nada, como os governos têm feito até hoje.

Uma lástima que os “donos do mundo” também queiram se apossar, além de tudo mais, das informações a respeito da vida extraterrestre.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.