Resolver mistério fóssil pode ajudar a busca por vida em Marte

Tempo de leitura: 2 min.

A busca por evidências de vida em Marte poderia ser ajudada por novas ideias sobre as rochas antigas da Terra.

Tubos microscópicos e filamentos que se assemelham aos restos de pequenas criaturas podem ter sido formados por reações químicas envolvendo minerais ricos em ferro, mostra o estudo.

Resolver mistério fóssil pode ajudar a busca por vida em Marte
Estruturas microscópicas criadas em laboratório Crédito: Sean McMahon

Pesquisas anteriores sugeriram que essas estruturas estavam entre os fósseis mais antigos da Terra.

Missão Marte

As novas descobertas podem ajudar na busca por vida extraterrestre durante futuras missões a Marte, facilitando a distinção entre fósseis e estruturas não biológicas.

A descoberta foi feita por um cientista da Universidade de Edimburgo (Escócia), que está desenvolvendo técnicas para buscar evidências de que a vida já existiu em Marte.

O astrobiólogo Sean McMahon criou minúsculas formações no laboratório que imitam de perto a forma e a composição química de estruturas ricas em ferro, comumente encontradas em rochas semelhantes às de Marte na Terra, onde alguns exemplos têm cerca de quatro bilhões de anos.

Reações químicas

O Dr. McMahon criou as estruturas complexas misturando partículas ricas em ferro com líquidos alcalinos contendo os silicatos ou carbonatos químicos.

Pensa-se que este processo – conhecido como jardinagem química – ocorre naturalmente onde esses produtos químicos abundam. Ele pode ocorrer em fontes hidrotermais no fundo do mar e quando as águas subterrâneas profundas circulam por poros e fraturas nas rochas.

Suas descobertas sugerem que a estrutura por si só não é suficiente para confirmar se as formações microscópicas semelhantes à vida são fósseis. Mais pesquisas serão necessárias para dizer exatamente como elas foram formadas.

O estudo, publicado na revista Proceedings of Royal Society B, foi financiado pelo programa Horizon 2020 da União Europeia.

Reações químicas como essas têm sido estudadas há centenas de anos, mas elas não demonstravam anteriormente imitar essas minúsculas estruturas ricas em ferro dentro das rochas. Esses resultados exigem um reexame de muitos exemplos antigos do mundo real para ver se eles têm maior probabilidade de serem fósseis ou depósitos minerais não biológicos.

(Fonte)


Uma coisa é certa, somente pela sua aparência há fósseis que são incontestavelmente restos biológicos e não formações minerais.

Aliás, muitos cientistas, alguns ex-funcionários da NASA, acreditam que a vida em Marte já foi descoberta há décadas.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.