O Universo pode ser parte de um grande computador quântico, dizem cientistas russos

Tempo de leitura: 3 min.

Recentemente, dois físicos da Universidade Federal do Báltico Immanuel Kant (IKBFU) na Rússia propuseram uma visão totalmente nova do cosmos. A pesquisa deles pega a ideia maluca de que estamos vivendo uma simulação em computador e a mistura com a surpreendente teoria dos “muitos mundos” para dizer que, essencialmente, todo o nosso universo faz parte de um sistema quântico imensamente grande, abrangendo “incontáveis” Multiversos.

O Universo pode ser parte de um grande computador quântico, dizem cientistas russos

Quando você pensa em sistemas quânticos, como os computadores quânticos da IBM e da Google, geralmente imaginamos um dispositivo projetado para trabalhar com partículas subatômicas – qubits – para realizar cálculos quânticos.

Esses computadores podem um dia realizar cálculos avançados que os computadores clássicos atualmente não conseguem, mas, por enquanto, são úteis como uma maneira de pesquisar a lacuna entre a realidade clássica e quântica.

Artyam Yurov e Valerian Yurov, os pesquisadores da IKBFU por trás do estudo mencionado acima, postulam que tudo no universo, inclusive o próprio universo, deve ser visto como um objeto quântico. Isso significa que, para experimentar a ‘realidade quântica’, não precisamos olhar para partículas subatômicas ou qubits: já estamos lá. Tudo é quântico!

Yurov e Yurov começam seu trabalho afirmando que viraram de cabeça para baixo visões teóricas da física atualmente populares:

Apresentamos uma nova visão sobre a cosmologia, baseada no modelo quântico proposto por Michael e Hall. Na continuação da ideia desse modelo, consideramos finitos muitos universos clássicos homogêneos e isotrópicos cujas evoluções são determinadas pelas equações padrão de Einstein-Friedmann, mas que também interagem entre si de forma quântica.

O artigo continua a descrever matematicamente como todo o nosso universo é, ele próprio, um objeto quântico. Isso significa que, como uma minúscula partícula subatômica, exibe propriedades quânticas que devem incluir superposição. Teoricamente, nosso universo deveria estar em mais de um lugar ou estado de cada vez, e isso significa que simplesmente deve haver algo lá fora para ele interagir – mesmo que isso signifique que ele use mecânica quântica não intuitiva para interagir consigo mesmo em vários estados simultaneamente.

O problema de expandir a mecânica quântica para objetos grandes – como, por exemplo, uma única célula – é que outras características quânticas teóricas param de fazer tanto sentido. Nesse caso, a ‘decoerência’, ou como os objetos quânticos ‘colapsam’ de vários estados para o estado físico que vemos em nossas observações clássicas, parece não ocorrer na escala cósmica.

Yurov e Yurov têm uma solução simples para isso: afirmam inequivocamente em seu trabalho que “não existe ‘decoerência”’.

De acordo com um artigo do Sci-Tech Daily, o principal autor do artigo Artyom Yurov disse:

Naquela época, eu era cético em relação à ideia. Porque é sabido que quanto maior o objeto, mais rápido ele entra em colapso. Até uma bactéria entra em colapso extremamente rápido, e aqui estamos falando sobre o Universo. Mas aqui [Pedro Gonzales Diaz, um médico teórico falecido, cujo trabalho inspirou parcialmente este estudo] me perguntou: “Com o que o Universo interage?” E eu não respondi nada. Não há nada além do Universo e não há nada com o qual ele possa interagir.

Mas, quanto mais Yurov e Yurov exploraram a teoria dos “muitos mundos em interação” (de sigla em inglês, MIW), que diz que todas as funções quânticas se manifestam fisicamente em realidades alternativas (o gato está morto em um mundo, vivo em outro e dançando Cha Cha em outro, etc.), mais eles perceberam que não apenas isto faz sentido, mas a matemática e a ciência parecem funcionar melhor se você presumir que tudo, inclusive o universo, possui características quânticas.

De acordo como estudo:

Isso implica que a razão pela qual os fenômenos quânticos são tão frágeis não tem nada a ver com um ‘colapso de uma função de onda’ (seja lá o que isso signifique) – de fato, um objeto como uma função de onda é essencial e pode ser completamente evitado no formalismo MIW. Não, a existência de fenômenos quânticos depende unicamente das posições mútuas dos “mundos” vizinhos – quando eles estão suficientemente próximos, o potencial quântico está vivo e chutando; quando eles partem, o potencial quântico diminui e as partículas tornam-se efetivamente clássicas novamente.

Os pesquisadores então usaram suas suposições para chegar a cálculos que expandem a teoria de “muitos mundos” para abranger múltiplos universos ou multiversos. A grande ideia aqui é que, se o universo é um objeto quântico, ele deve interagir com algo e que provavelmente são outros universos.

Mas o que a pesquisa não explica é porque nosso universo e tudo nele existiriam como algo análogo a um único qubit em um computador quântico gigantesco, abrangendo vários universos simultaneamente. Se os humanos não são os observadores mágicos que causam o colapso do universo quântico na realidade clássica, medindo-o, poderemos ser engrenagens na máquina – talvez o universo seja um qubit, talvez nós sejamos os qubits. Talvez sejamos apenas ruídos que os universos ignoram enquanto realizam seus cálculos.

Talvez moremos em uma simulação de computador, afinal. Mas, em vez de sermos os “personagens não jogáveis – NPCs” favoritos de uma criatura avançada, somos apenas alguns pedaços de matemática que ajudam o sistema operacional a funcionar.

Você pode ler (em inglês) o artigo da dupla Yurov, “The day the universes interacted: quantum cosmology without a wave function” (‘O dia em que os universos interagiram: cosmologia quântica sem função de onda’) aqui no Springer.

(Fonte)

Colaboração: André Machado


Sabe o quê? Quanto mais analiso a forma com que minha vida procede, mais me faz quase acreditar nessas teorias malucas.

Talvez esteja na hora de eu tirar umas férias, depois de 12 anos. 🙁

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.