Tablete de argila de 3.000 anos que relata o Dilúvio “tem mensagem oculta”

Tempo de leitura: 2 min.

Um acadêmico de Cambridge afirma que o tablete de argila de 3.000 anos que fala de uma grande enchente tem outra mensagem escondida.

Tablete de argila de 3.000 anos que relata o Dilúvio "tem mensagem oculta"
A história do dilúvio surge em culturas antigas ao redor do mundo, na Mesopotâmia, na Índia, na China e até na Austrália (Imagem: Getty Images / iStockphoto)

A história do dilúvio é comum a quase todas culturas humanas, de uma forma ou de outra, e provavelmente conta a história de alguma catástrofe pré-histórica antiga.

Mas um acadêmico de Cambridge afirmou que o relato babilônico da história, preservado em uma tábua de argila de 3.000 anos, representa o primeiro exemplo de ‘fake news‘ (notícias falsas).

O Dr. Martin Worthington diz que a inscrição na 11ª tábua de Gilgamesh, um tablete de argila que remonta ao século VII a.C. e atualmente está no Museu Britânico, tem um duplo significado secreto.

O tablete faz parte de um dos mais antigos livros existentes (Imagem: Getty Images / Universal Images Gr)

Na versão babilônica da história do dilúvio, Noé é chamado Uta-napishti e Deus é conhecido como Ea. E Ea, ao que parece, não estava acima de um pequeno engano.

In the Babylonian version of the Flood story, Noah is called Uta–napishti and God is known as Ea. And Ea, it seems, was not above a little deception.

Worthington, pesquisador do St. John’s College, disse ao Telegraph:

Ea engana a humanidade espalhando notícias falsas.

A promessa de Ea de que “comida choveria do céu” se as pessoas construírem a Arca pode ser vista de duas maneiras. O que as pessoas não perceberam é que a mensagem de nove linhas de Ea é um truque: é uma sequência de sons que podem ser entendidos de maneiras radicalmente diferentes, como o inglês “ice cream” (sorvete) e “I scream” (eu grito).

Embora a mensagem de Ea parece prometer uma “chuva de comida”, seu significado oculto adverte sobre o dilúvio. Uma vez que a Arca é construída, Uta-napishti e sua família sobem a bordo e sobrevivem com uma variedade de animais. Todo o resto do mundo se afoga.

Com este episódio inicial, ambientado no tempo mitológico, começou a manipulação da informação e da linguagem. Pode ser o exemplo mais antigo de “fake News” (notícias falsas).

O Dr. Worthington dá vários exemplos de como as promessas de boa sorte que Ea faz para Uta-napishti também são ameaças de desastre.

O Dr. Worthington, professor sênior de Assiriologia do St. John’s College Cambridge, diz que o deus babilônico estava sendo “econômico com a verdade”. (Imagem: Universidade de Cambridge)

Questionado sobre porque esse deus babilônico teria enganado seus seguidores, o Dr. Worthington diz:

Porque ele tem que fazer isso é mais evidente. Os deuses babilônicos só sobrevivem porque as pessoas os alimentam. Se a humanidade tivesse sido exterminada, os deuses teriam morrido de fome. O deus Ea manipula a linguagem e engana as pessoas a fazerem a sua vontade, porque isso serve ao seu interesse próprio.

É uma técnica que deuses e políticos têm usado desde então.

A Epopeia de Gilgamesh é um longo poema narrativo da antiga Mesopotâmia, que se acredita ser a obra mais antiga da literatura e, depois dos Textos da Pirâmide, o segundo texto religioso mais antigo.

Embora a 11ª tábua é um dos capítulos mais recentes, a primeira versão sobrevivente do épico, conhecida como a versão ‘Antiga Babilônia’, data de 1800 anos a.C.

(Fonte)

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.