web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

O enigma dos cosmonautas que nunca voltaram à Terra

Tempo de leitura: 2 min.

A perda de pessoas no espaço, os chamados cosmonautas fantasmas, faz parte da lenda – e até mesmo da conspiração – da corrida espacial.

O enigma dos cosmonautas que nunca voltaram à Terra

Todos os casos referem-se a cosmonautas (astronautas soviéticos), nunca reconhecidos ou comprovados por outras fontes. Isto tornaria Yuri Gagarin não o primeiro homem no espaço, mas o primeiro a retornar vivo.

Há quem acredite que em algum lugar na vasta escuridão do espaço, atualmente a cerca de 9 bilhões de quilômetros do Sol, o primeiro humano está prestes a atingir os limites do Sistema Solar.

Seu corpo, perfeitamente preservado, está congelado a 270 graus abaixo de zero; Sua pequena cápsula se afasta da Terra a quase 30.000 km/h há 50 anos. Seria o primeiro cosmonauta perdido no espaço, quando, devido a um erro de propulsão, ele nunca pôde retornar.

Seu corpo, perfeitamente preservado, está congelado a 270 graus abaixo de zero; Sua pequena cápsula se afasta da Terra a quase 30.000 km / h há 50 anos. Seria o primeiro cosmonauta perdido no espaço, quando, devido a um erro de propulsão, ele nunca poderia retornar.

Em “The Lost Cosmonauts” (“Os Cosmonautas Perdidos”), estão todas as informações relacionadas às obras dos irmãos Achille e Giovanni Judica-Cordiglia, dois radioamadores italianos que nos primeiros anos da corrida espacial conseguiram interceptar as comunicações vindas do espaço de sua estação em Turim, na Itália.

Esta área da Europa foi parcialmente sobrevoada por naves soviéticas lançados para orbitar a Terra. Entre os anos 50 e 60, os irmãos conseguiram registrar as comunicações das missões Sputnik e Explorer.

A primeira gravação significativa foi obtida em 28 de novembro de 1960, quando eles reconheceram um sinal de socorro de um objeto em movimento, afastando-se da Terra.

Alguns meses depois, em maio de 1961, eles gravaram a voz da que deveria ter sido a primeira mulher no espaço, Ludmila Tokovy, mas que em sua última transmissão de volta à Terra, ela relatou que algo estava errado e que ela “estava queimando”.

Dois dias após essas gravações, os soviéticos relataram um incidente com uma nave não tripulada, o Sputnik 7, que havia queimado na atmosfera durante a reentrada.

De acordo com a lista no artigo Soviet space program conspiracy accusations, na Wikipedia, coletam quinze desses casos, além de outros três casos de cosmonautas perdidos que de alguma forma foram confirmados como falsos.

De todos os supostos casos de cosmonautas que “não existiram”, o mais documentado – mas não necessariamente verdadeiro – é o de Vladimir Ilyushin.

Qualquer uma dessas histórias ou teorias deve ser tomada como elas são: lendas urbanas e histórias não confirmadas normalmente contadas como sendo verdadeiras, pois os especialistas em espaço acreditam que não houve mais astronautas e cosmonautas mortos do que os oficialmente reconhecidos pelos Estados Unidos e pela União Soviética.

(Fonte)


Mas será mesmo?

Nos Estados Unidos até seria mais difícil de ocultar essas supostas mortes no espaço, devido a vários fatores, como a liberdade de imprensa e relatos de familiares. Mas na antiga União Soviética, onde o estado era mais importante do que o indivíduo, eu não duvidaria dessa possibilidade.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol