web analytics

Quando uma estrela morre, algo mágico ocorre no céu

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...
Quando uma estrela morre, algo mágico ocorre no céu
Uma supernova. Crédito: NASA

Como nós, seres humanos, estrelas cintilantes no universo observável também têm uma vida e são mortais. É durante os últimos estágios evolutivos de uma estrela massiva que ocorrem alguns tipos de eventos astronômicos transitórios em que a anã branca (estrela em seu estágio final) é estimulada no caminho da fusão nuclear. Este é o momento em que a estrela morre com uma enorme explosão, deixando o céu coberto de um brilho mágico de gás e poeira. Para ser preciso, o objeto principal, também conhecido como progenitor, se funde com um buraco negro ou estrela de nêutrons, ou é completamente destruído.

O curso de ação quando uma estrela morre e cobre o céu com um brilho inacreditável é conhecido como supernova. Acredita-se que a visão óptica do brilho de uma supernova seja mais poderosa que uma galáxia inteira. O efeito do brilho de uma supernova dura várias semanas ou meses no céu.

Até agora, apenas três eventos de supernova foram observados a olho nu na galáxia da Via Láctea durante os últimos mil anos. A supernova mais recentemente vista na Via Láctea foi a Supernova de Kepler no ano de 1604. No entanto, sobras de supernovas mais recentes foram descobertas. De acordo com os eventos de supernovas que ocorrem em outras galáxias, supõe-se que apenas três supernovas ocorram em um século na Via Láctea.

Alguns fatos interessantes sobre supernovas:

Curiosamente, a cada segundo o céu é iluminado por uma supernova. No entanto, apenas duas ou três supernovas ocorrem na Via Láctea. A Supernova mais recente foi observada em 1604 por Johannes Kepler.

Devido a muitas reações complexas que acontecem durante o evento da supernova, novos produtos químicos são produzidos, incluindo hélio, ferro e urânio.

Uma única supernova é mais brilhante que uma galáxia inteira e pode liberar tanta energia quanto o Sol ao longo de sua vida útil de 10 bilhões de anos.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês!

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code