Nova “capa da invisibilidade” não necessita fonte de energia

Tempo de leitura: < 1 min.

Uma empresa canadense criou um novo material que pode deixar objetos grandes quase totalmente invisíveis.

Nova "capa da invisibilidade" não utiliza fonte de energia

Conhecida como Quantum Stealth, a nova capa de invisibilidade assume a forma de um material fino e barato que faz com que os objetos desapareçam de vista, com o fundo ainda visível.

Sem necessidade de fonte de energia, ele funciona dobrando a luz de uma maneira muito específica.

Ideia da empresa canadense de design de camuflagem Hyperstealth Biotechnology, o novo material pode ocultar a presença de veículos inteiros e pode ser inestimável no campo de batalha.

Ela funciona até para comprimentos de onda não visíveis do ultravioleta médio e próximo ao infravermelho.

Embora não seja exatamente o manto da invisibilidade de Harry Potter, a tecnologia ainda é muito impressionante.

Um vídeo demonstrando o material em ação pode ser visto abaixo:

(Fonte)


E adivinhem só onde vai ser utilizada essa tecnologia? Sim, na área militar.

Mas deixando essa questão de lado, se nós humanos já temos uma tecnologia aparentemente simples que serve para tornar objetos “invisíveis”, imagine só o que os supostos seres que nos visitam em suas naves podem fazer para se ocultarem de nós, enquanto nos observam.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.