Piloto que perseguiu OVNI revela muito mais de sua história

Tempo de leitura: 4 min.

Jazz Shaw publicou o artigo abaixo no site hotair.com, relatando mais informações concedidas pelo Comandante David Fravor, piloto da Marinha dos EUA que ficou frente-a-frente com OVNIs em uma de suas missões.

Piloto que perseguiu OVNI revela muito mais de sua história
Ex-piloto militar dos EUA, David Fravor, testemunhou em primeira mente OVNI fazendo manobras impossíveis.

A essa altura, você já deve estar familiarizado com o comandante David Fravor (da Marinha dos EUA, reformado) como o piloto de caça que testemunhou o que ficou conhecido como OVNI Tic-Tac branco de 2004, levando a um dos vídeos notáveis ​​divulgados pelo Pentágono nos últimos dois anos.

Recentemente, Fravor concedeu várias entrevistas a muitos veículos de notícias importantes, falando sobre sua experiência notável. Mas em 5 de outubro passado ele apareceu no programa de Joe Rogan para uma discussão de quase duas horas, a qual se transformou em um mergulho profundo e sério.

Vou incorporar o vídeo completo da entrevista abaixo, mas primeiro eu queria cobrir alguns dos destaques. (No entanto, todo o programa vale a pena, mesmo que você já esteja familiarizado com a história. O Fravor entra em muitos detalhes que não tínhamos ouvido antes.)

Também no programa estava o cineasta Jeremy Corbell, que lançou recentemente um filme sobre Bob Lazar. Ele desvia brevemente a conversa algumas vezes falando sobre Lazar e algumas coisas do tipo Alienígenas do Passado, mas também acrescenta vários bons detalhes sobre as revelações recentes.

Às vezes, quando as pessoas vão ao programa de Rogan, acaba sendo um desastre. Basta perguntar a Elon Musk ou Tom DeLonge. Joe tem uma maneira de arrastá-los para baixo de vários buracos de coelho ou levá-los a se envolver em travessuras que acabam sendo embaraçosas.

Isso não aconteceu com a Fravor, que manteve um ar de profissionalismo todo o tempo. (Bem, há uma possível exceção a que chegarei em um momento.)

Aqui estão alguns dos destaques:

Um detalhe que ele revelou no início da entrevista ao descrever o encontro Tic-Tac foi que sua aeronave Super Hornet F/A-18F não estava equipado com nenhum míssil vivo. Cargas simuladas foram instaladas, porque estavam programados para uma missão de treinamento. Presumivelmente, isso o deixaria com nada mais do que seu canhão rotativo de 20 mm se as coisas tivessem ficado tensas com a nave não identificada.

Outro detalhe fascinante que ele incluiu foi que, durante vários encontros com os Tic-Tacs nas duas costas, os pilotos conseguiram determinar que os objetos estavam bloqueando ativamente seus sistemas de radar, impossibilitando trava-los em seus equipamentos de ataque. E estamos falando de um dos melhores e mais novos sistemas de radar do mundo. Isso é interessante porque pelo menos implica uma força inteligente ativamente engajada que controla os Tic-Tacs. (Se esses objetos são locais ou remotos, biológicos ou orientados por IA, não sabemos.)

Fravor também revelou que as investigações governamentais e militares sobre esses incidentes estão longe de terminar. Ele foi pessoalmente convocado para ir até Washington várias vezes este ano para reuniões privadas e confidenciais com ‘altos funcionários do governo’. (Ele não estava autorizado a ser mais específico do que isso.)

Uma história potencialmente perturbadora que Fravor conta aos 49 minutos da entrevista (no caso de você querer pular adiante) diz respeito ao seu ‘senso de humor’ e algumas palhaçadas que ele e os outros pilotos costumam fazer na ocasião. Essa história envolve basicamente fazer seus aviões parecerem um OVNI no céu noturno quando vêem pessoas acampando em áreas remotas.

Fravor: Costumávamos voar muito com óculos de visão noturna nos Hornets. E com os óculos de visão noturna, você pode ver uma fogueira a cerca de 80 quilômetros de distância. Costumávamos fazer isso, os locais bons eram lugares como El Centro Califórnia. Existem alguns campos de bombardeio e as pessoas vão acampar nas Montanhas da Superstição … então saíamos à noite voando de óculos. Você via uma fogueira e diria: “Oh. Hora do OVNI.

E então você faz o avião girar em torno de 600 nós e, em seguida, você puxa a energia de volta para a marcha lenta para que você não possa ser ouvido. Então você se aproxima do fogo e apaga as luzes, porque estamos em uma área restrita para que você pudesse fazer isso. Há luzes acesas, você só pode ver se usa óculos de visão. Então os outros aviões podem nos ver, mas ninguém mais pode nos ver. Então você aponta para o local e, logo que chega à fogueira, coloca o avião na vertical e aciona os pós-combustores, acende-os, você conta até três e depois vai embora.

Relatórios instantâneos de OVNIs.

Infelizmente, Fravor pode ter acabado com metade dos relatórios de OVNIs feitos à MUFON por pessoas acampadas no sul da Califórnia ao longo dos anos. Ainda assim, não duvido nem um pouco da história. Eu conhecia muitos pilotos durante meus anos servindo em um porta-aviões e eles tendiam a ter um senso de humor ‘doentio’, como Fravor descreve.

Enfim, esses foram alguns dos destaques que se destacaram para mim. Aqui está o vídeo. Como eu disse, é bastante longo, mas definitivamente vale a pena se você tiver algum interesse nesse assunto.

[Para informações de como ativar a legenda em português do vídeo abaixo, embora ela não seja precisa e possa não funcionar em dispositivos móveis, clique aqui.
(Macete: algumas legendas são melhores acompanhadas lendo-se somente a última linha)]

(Fonte)

Colaboração: Marcelino


O que o artigo de Jazz Shaw acima não relata é outra informação importante deixada por Dave Fravor na entrevista, que foi um encontro similar de outro piloto no final da década de 1990.

Na entrevista, como mencionado em artigo no site dailystar.co.uk, Fravor disse que um o piloto estava voando um helicóptero CH-53 e estava pegar um drone usado pela Força Aérea dos EUA (BQM).
 
Segundo o relato, um mergulhador pulou na água para engatar o aparelho, quando algo bizarro aconteceu.

Eles estavam a 15 metros acima da água, ele viu esse tipo de massa escura surgindo das profundezas. 

À medida que elevam o BQM, ele está olhando para isso dizendo ‘Que diabos é isso?’

E então isto tudo volta para baixo da água. Uma vez que eles puxam o rapaz e o BQM para fora da água, esse objeto desce de volta às profundezas.

Ele diz que o piloto achou o incidente “muito estranho” e, incrivelmente, a mesma coisa ocorre alguns meses mais tarde. Fravor ainda informou:

Ele estava pegando um torpedo, eles conectaram o mergulhador no guincho e, enquanto o abaixavam, ele viu essa grande massa.

Ele diz: ‘Não é um submarino’, ele já viu submarinos antes, depois de ver um submarino, você não pode confundi-lo com outra coisa.

Esse enorme objeto, meio circular, surgiu das profundezas e ele começou a gritar pelo sistema de interfone para dizer-lhes para puxar o mergulhador para cima, e o mergulhador estava a poucos metros da água.

Eles invertem o guincho e o mergulhador pensa: “que diabos está acontecendo?”

E, de repente, ele disse que o torpedo foi sugado para baixo da água, e o objeto desceu de volta para as profundezas.

Eles nunca o recuperaram.

O Comandante Fravor disse que o piloto do helicóptero foi inflexível: o torpedo “não afundou”, pois “literalmente pareceu que foi sugado”.

Helicóptero CH-53, da Marinha dos Estados Unidos.

Embora todas essas declarações foram feitas por pilotos militares altamente treinados, acostumados com diferentes veículos aéreos ou marinhos, uma das justificativas favoritas daqueles que querem desbancar esses pilotos é de que aquilo que os pilotos presenciaram eram drones de projetos secretos por alguma super potência mundial.

Mas, o que eles convenientemente esquecem é que esses avistamentos não ocorreram hoje, sendo um no final da década de 1990 e o outro em 2004.

Imagine então um drone que não possui asas nem qualquer característica visual de propulsão e que pode instantaneamente ir de zero a milhares de quilômetros por hora, fazer uma “curva” a essas velocidades como se estivesse dobrando uma esquina, e até mesmo descer de milhares de metros de altitude até centímetros da superfície do mar em menos de um segundo (sim, MENOS DE UM SEGUNDO!).

Com tecnologia humana, nem hoje, e menos ainda naquela época.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

O APP PARA iPHONE DO FACEBOOK ESTÁ USANDO SUA CÂMERA SECRETAMENTE

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.