Iceberg gigantesco se separa da Antártica


Um enorme iceberg com o nome “robótico” D28 se separou nos últimos dias de um manto de gelo na Antártica, provocando admiração e preocupação em todo o mundo.

Iceberg gigantesco se separa da Antártica
A fenda “Loose Tooth” (Dente Frouxo) perto da borda da plataforma de gelo Amery em 2006. Crédito: James Behrens / Scripps Institution of Oceanography

Medindo 1.521 quilômetros quadrados, o D28 é um pouco maior que Oahu, no Havaí (maior que a cidade de São Paulo), e alguns estão preocupados com o fato de sua fratura na Plataforma de Gelo Amery ser um sinal de mudança climática.

Helen Amanda Fricker, glaciologista do Instituto de Oceanografia Scripps da Universidade da Califórnia, San Diego, disse:

Esse é um comportamento normal para uma camada de gelo perder massa assim.

O perigo desse evento é que ele não deve ser interpretado fora de contexto.

Ela disse que esses eventos acontecem aproximadamente a cada 60 ou 70 anos.

O que está acontecendo na Terra?

Iceberg gigantesco se separa da Antártica

É verdade que o aquecimento atmosférico, como resultado dos gases de efeito estufa emitidos pela queima de combustíveis fósseis, contribuiu para o derretimento de geleiras e mantos de gelo em todo o mundo, inclusive na Antártica. Entre 2012 e 2016, a Antártica perdeu 219 bilhões de toneladas de gelo, de acordo com o recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Mas a maior parte dessa perda ocorreu na Antártica Ocidental. O iceberg D28, por outro lado, fica na Antártica Oriental…

In the case of D28, which gets its name from a classification system used by the United States National Ice Center, there’s no indication that the ice shelf left behind is unstable. And as for sea level rise, “The ice has already been afloat for decades so there will be absolutely no impact on sea level,” Adrian Luckman, chairman of the geography department at Swansea University in Wales, said by email.

Adrian Luckman, presidente do departamento de geografia da Universidade de Swansea, no País de Gales, informou por e-mail:

Eventos geográficos dessa escala são lembretes fascinantes de grandes coisas que acontecem em cantos remotos do planeta, mesmo sendo parte natural do ciclo de crescimento e parto das prateleiras de gelo.

Estamos na idade de ouro da observação terrestre por satélite.

(Fonte)

Colaboração: KAM


Somente mais um grande soluço no nosso pequeno planeta.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.