NASA não encontrou sonda lunar desaparecida da Índia

Tempo de leitura: 2 min.


A NASA divulgou imagens captadas pelo seu Lunar Reconnaissance OrbiterLRO do local do acidente da sonda lunar da Índia, Vikram. A sonda de pouso, no entanto, não está em lugar nenhum.

NASA não encontrou sonda lunar desaparecida da Índia
Crédito da foto: NASA / Goddard / Arizona State University

O mundo assistiu no dia 6 de setembro como, nos momentos finais antes de aterrissar na superfície lunar, a Vikram da Organização Indiana de Pesquisa Espacial (de sigla em inglês, ISRO) parou de se comunicar com o Controle da Missão em Bangalore, Índia. Se a Vikram pousasse com segurança, a Índia se tornaria o quarto país a pousar com sucesso na superfície da Lua, depois dos EUA, Rússia e China.

Mas por que não conseguimos ver a sonda? Uma teoria, como a NASA sugere em um comunicado, é a de que o módulo de aterrissagem poderia estar escondido em uma cratera, sombreado da visão. As imagens, de acordo com a declaração, foram tiradas ao entardecer, quando as sombras projetadas pelo Sol cobrem grandes faixas da superfície lunar.

O local de pouso proposto fica a aproximadamente 600 quilômetros do Polo Sul da Lua. O LRO está programado para passar pelo local novamente em outubro, quando a iluminação será muito mais favorável, segundo a NASA.

Em 8 de setembro, a ISRO divulgou imagens do módulo de aterrissagem, que mostraram que ele havia potencialmente tombado para um lado após o impacto.

Local proposto de pouso. Crédito da foto: NASA / Goddard / Arizona State University

A Vikram deveria pousar em um platô entre as crateras Simpelius N e Manzinus C, e seria a primeira sonda a pousar no hemisfério sul da Lua. A região perto do Polo Sul da Lua é de grande interesse econômico e científico. Imagens de missões anteriores, incluindo a missão Chandrayan 1 da Índia, sugeriram que pode haver gelo de água escondido dentro das crateras sombreadas. O gelo da água seria um recurso crítico para o sucesso de futuras missões de longo prazo na Lua.

É a segunda vez este ano que um país tenta e falha em fazer um pouso suave na Lua, após a tentativa fracassada de Israel de pousar sua espaçonave Beresheet em abril passado.

O orbitador da missão Chandrayan 2 ainda circula a Lua e espera-se que tire fotos da superfície lunar e contribua com importante ciência para a missão.

(Fonte)


Uma lástima a sonda de pouso lunar da Índia ter sido perdida. Seria muito interessante a divulgação dos experimentos lá realizados.

Quem sabe da próxima vez…

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.