web analytics

NASA está intencionalmente ateando incêndios no espaço

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...


As viagens espaciais trazem muitos riscos, os quais tornam o trabalho de um astronauta muito perigoso. Com várias possibilidades, de vazamentos a falhas críticas do sistema, o risco de incêndios é certamente uma ameaça.

NASA está intencionalmente ateando incêndios no espaço
Crédito: NASA

Para uma viagem espacial mais segura, a NASA estuda o comportamento das chamas no espaço, iniciando incêndios em microgravidade.

Segundo a NASA, os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) usavam o Rack Combustion Integrated (CIR), um equipamento multiuso que pode ser usado para uma ampla gama de experimentos de combustão.

No espaço, devido à falta de gravidade, a chama queima esfericamente à medida que o gás quente se expande para longe do epicentro.

Na Terra, o gás quente queima e sobe enquanto o denso ar frio é gravitado. Isso dá origem a ambos, a forma da chama e o efeito tremeluzente que estão ausentes em condições de microgravidade.

A forma esférica das chamas no Zero G parece um enxame em expansão de vaga-lumes de um único ponto no espaço.

As experiências atuais, chamadas de Advanced Combustion via Microgravity Experiments (ACME), têm como objetivo desenvolver técnicas de combustão com baixo consumo de combustível e minimizar a quantidade de subprodutos como fuligem deixados para trás. Algumas experiências testam o uso de vários sistemas de administração para a introdução de oxigênio e outros compostos na combustão.

Um dos experimentos mais importantes realizados com o CIR foi o experimento de extinção de chamas (FLEX), de acordo com Daniel Dietrich, cientista do Glenn Research Center da NASA. O experimento analisou a eficácia dos supressores de incêndio nos quais queimaram gotículas de combustível. Os pesquisadores, durante esses experimentos, descobriram coincidentemente que as chamas frias continuavam queimando mesmo após a extinção da chama em determinadas condições.

Daniel Dietrich também disse:

As reações químicas de baixa temperatura que podemos estudar em instalações como a estação espacial são muito importantes em sistemas de combustão reais como motores.

Como os detalhes conhecidos da combustão na Terra são incompletos, esses experimentos nos ajudam a entender melhor a chama e salvaguardar todos os processos de combustão na vida diária. A NASA certamente quer assistir a chama queimar para salvar o mundo em chamas.

(Fonte)


Assista abaixo o interessante vídeo mostrando o comportamento das chamas me microgravidade:

…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar. Cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

As doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês!

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code